Aumentos de 150% na direcção da ANAC? Eram as Legislativas, estúpido!

eleitoralismo

Anda por aí muita gente surpreendida e indignada com os aumentos salariais acima das possibilidades do país que o governo anterior proporcionou  a três elementos da direcção da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), um aumento superior a 150%. Junto-me a esse coro de indignação mas devo dizer que não estou minimamente surpreendido. Só quem não esteve atento aos últimos esforços eleitorais da coligação PSD/CDS-PP a poucos dias das Legislativas é que pode estar. Ou será que já ninguém se lembra dos vários aumentos salariais proporcionados pela equipa de Pedro Passos Coelho na semana das eleições? Só no ministério da Saúde foram 11 mil enfermeiros de uma assentada. E se esses aumentos não me causaram indignação pelo aumento em si mas pelo timing, no caso da direcção da ANAC estamos perante um verdadeiro insulto à população portuguesa. Pelo aumento estratosférico, pelo timing e por ter sido uma decisão dos mesmos que agora se indignam diariamente contra qualquer minúsculo aumento do salário mínimo. E a melhor desculpa desta direita moralista, até ao momento, é acusar o PS de ter participado na aprovação da lei que permitiu este abuso. Genial!

Como iludir o consumidor

O ministro Moreira da Silva anunciou ontem que a venda de combustíveis simples permitiu uma poupança média de 0,03€ para o consumidor. Pena o aumento de 0,03€ em todos combustíveis previsto para a próxima semana.

O que se passa com Cavaco?

cavaco silvaCavaco é a expressão humana, na vida política, da maldade nacional – claro que existem outros, de outras bandas.

No activo desde há 25 anos, PM antes e depois PR, o cidadão algarvio, putativo, altivo, perverso e acossado, destaca-se também entre os mais pardos políticos nacionais da democracia.

Também é evidente que as prestações públicas, ao longo do tempo, se degradaram na qualidade do  exercício do alto cargo de que está investido. Contrariando o que tinha garantido poucos antes – o PR confessava-se muito mitigado nos poderes de intervenção na actividade governamental pela CRP –  enveredou pela contradição e comunicou ao país a deliberação própria do político prepotente, baseada claramente em difusa visão, irrigada de miopia:

  • Exigência de ‘Compromisso de Salvação Nacional’, a subscrever pelo PSD, PS e CDS – o BE e o PCP foram proscritos, sinalizando uma vez mais o PR não é, de facto, o “presidente de todos os Portugueses”, como propala;
  • Marcação de eleições antecipadas para depois de Junho de 2014, mais concretamente após o termo do PAEF firmado com a ‘troika’.

[Read more…]

Cristas – não se assusta uma grávida!

Crista assustou-se: mais 53,1% de desemprego agrícola. Chuvas prolongadas, agricultura incipiente, trabalho agrícola  decadente.

Esqueçam o “Não pagamos” ou o “Não posso pagar”

Uma bela receita que o Governo arranjou para 2012 foram as coimas a aplicar em caso de incumprimento face ao Estado, seja em obrigações fiscais seja em contas de hospital, etc.

Quem vai passar a abrir os processos de contra-ordenação por incumprimentos serão os Serviços de Finanças. Onde vão ter gente e meios para abrir tais processos em tudo quanto é incumprimento pecuniário face ao Estado é um mistério, mas deve fazer parte do novo paradigma – vocábulo tão em voga e que confere um reforço de validade intelectual a qualquer argumento… – “fazer mais com menos”.

Por isso, se estão com  ideias de não pagar em protesto ou se não puderem pagar, o Governo já pensou nisso no Orçamento do Estado para 2012: vai sair mais caro.

e agora algo completamente diferente (ou não)