Tudo à borla!

Poi é, amigos, o TGV vai para a frente porque não custa nada ao país.Já ouviram isto antes? Ponte Vasco da Gama, autoestradas…

O administrador da RAVE Carlos Fernandes em recente discussão na SIC, disse que os muitos milhões de euros vem tudo do BEI e da UE.Conseguimos (segundo o pândego) obter muito mais dinheiro que todos os outros países.Porquê? Santa ignorância, os nossos projectos são extraordinários.Tudo à borla !Ou quase!Não se pode perder esse dinheiro, nem que seja para fazer obras que não são precisas.

Percebem agora porque o TGV se faz num país à beira da falência, pobre e no meio de uma imensa crise?

O TGV e o aeroporto não encaixam, diz quem anda a estudar o assunto desde 1986.Devia estar tudo integrado.Mas não integra? Não! O ministro devia ser do planeamento mas o que temos é um “empreiteiro”(Luis Queiró,na mesma entrevista) Faz obras a eito.Até vai fazer o aeroporto na planície “jamais”. O que mostra bem como estava bem estudado o assunto!

E o dinheiro vem de onde?Junta-se à dívida externa que já hoje é colossal?

Entretanto os centros das cidades caem de velhos e os monumentos nacionais degradam-se aceleradamente.Uma boa forma de atacar a crise e o desemprego seria fazer estas obras de proximidade.Mas pelos vistos estas não seriam “`borla”! São obras para as PMEs e estas não interessam nada.

Comments


  1. Uma boa forma de mudar seria construir pontes, viadutos e auto-estradas no meio das cidades e colocar o TGV a fazer circuito pelos monumentos. Uma espécie de comboinho como há nos Zoos. Era giro e unia-se o útil ao agradável. E se fossem as grandes empresas a trabalhar nesses projectos, é que era! Melhor, nem na farmácia (mas não vou falar hoje de medicamentos).

  2. Luis Moreira says:

    E com os 300kms/hora do TGV até dava para ir a Santiago de Compostela e vir no mesmo dia.Podemos fazer um pacote internacional de visitas.E há menos de 10 anos investiram-se milhões nos pendulares para agora ir tudo para o charco.Não se é pobre por se ter poucos rendimentos.É-se pobre por se gastar muito e mal.Com os países tambem é assim!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.