Estamos de vermelho… porque é Abril!


A partir de hoje e até ao 1 de Maio, o Aventar está de vermelho. Porque é Abril.
É a nossa homenagem a todos os capitães e a todos os outros que fizeram o dia do nosso contentamento. O dia mais belo da história de Portugal.

Comments

  1. maria monteiro says:

    Era uma vez um paísonde entre o mar e a guerravivia o mais infelizdos povos à beira-terra.[…]De tudo o que abril abriuainda pouco se dissee só nos faltava agoraque este Abril não se cumprisse[…]agora ninguém mais cerraas portas que Abril abriu!As Portas que Abril Abriu (Ary dos Santos)

  2. rosarinho says:

    Vermelho é uma cor Alegre e Linda!MAS é também a cor de FERIDA ABERTA, de MÁGOA PROFUNDA, infelizmente é esta outra face do vermelho – que me AGRIDE E DÓI agora (que bom seria voltar a predominar a BELEZA e ALEGRIA).Os momentos que correm não estão para festas, impera grande FALTA DE HUMANIDADE nesta minha Pátria de hoje. AS FERIDAS ESTÃO ABERTAS:Batem forte, fortemente,como quem m’ agride a mim…Será trovão? Será gente?Gente só DESUMANAMENTE…Que o trovão não assusta assim…E uma infinita tristeza,uma grande perturbaçãoentra em nós, fica em nós presa.Cai – MÁGOA – na Natureza- e cai no nosso coração. (Balada da neve de Augusto Gil – recriada com o sentimento actual)Canto, igualmente, Manuel Alegre, “Trova do Vento Que Passa”(recriada, transmutada, atendendo à CRUELDADE dos tempos que vivemos)Pergunto ao vento que passanotícias do meu paíse o vento FALA a desgraçao vento MÁGOAS me diz.E o vento TANTAS me dizSó a CUMPLICIDADE persisteVi minha Pátria AMARGURADAÀ beira de um rio triste.Também canto muitos Xutos e Pontapés: (ligeira readaptação- Já alguém me ofereceu o CD)Anda tudo do avessoNesta rua que atravessoDão milhões a quem os temAos IDOSOS ROUBAM BEM.O meu grande Xuto e Pontapé para esta gente que assim procede e nisto consente.

  3. rosarinho says:

    # correcção: onde se lê: “Vi minha Pátria AMARGURADA” deve ler-ser : “É minha Pátria AMARGURADA”.


  4. Admito que prefiro o azul e branco. Mas, enfim, como é por uns dias…

  5. Luis Moreira says:

    Podia ser encarnado…

  6. rosarinho says:

    Pois é Luís Moreira, deve haver poucas palavras, nesta língua, que se nos afiguram como sendo sinónimos tão absolutos. Também me veio isto à mente.