Borradinho de medo

Tem algum sentido que não haja um ciclo de debates entre, no mínimo, os dirigentes dos partidos parlamentares?  Que numa campanha eleitoral Sócrates se confronte uma única vez com os seus principais adversários, num debate a cinco que todos já sabemos ser mais ruído que debate?

Tem:

José Sócrates aceita participar em três debates televisivos: dois frente-a-frente com a líder do PSD, Manuel Ferreira Leite, e um debate alargado com os presidentes dos cinco partidos com representação parlamentar, anunciou hoje fonte socialista.

Quando se está borradinho de medo pela ameaça de ter de enfrentar os adversários em debates a dois. Quando se tenta fazer passar a mensagem de que em Portugal só dois partidos é que contam. Quando se sabe que debates com Manuela Ferreira Leite até podiam ser à dúzia porque nesses joga em casa.

É o rotativismo no seu pior.

Deixar uma resposta