O debate José Sócrates – Paulo Portas

No primeiro debate, Paulo Portas colou-se à direita e dali não saiu: contra o Rendimento Mínimo, a favor da livre escolha das escolas, públicas ou privadas, a favor da possibilidade de entregar uma parte dos impostos para regimes privados de Segurança Social. Com este tipo de discurso, até fez com que José Sócrates parecesse de Esquerda.
Mas numa coisa teve razão: para o primeiro-ministro, depois de quatro anos de maioria absoluta, a culpa continua a ser do Governo anterior. O PS governou em 11 dos últimos 14 anos, mas a culpa continua a ser daqueles míseros 3 anos em que o PSD governou. Do PSD e da crise internacional, claro. Antes da crise, fora apenas a obsessão pelo défice, nada mais. Três anos deitados fora. Mas para ele, quatro anos resumem-se à crise internacional dos últimos meses.
Só mais uma nota: é bom ver que os nossos políticos são educados e sabem respeitar as regras, que diziam que não se podiam interromper mutuamente.

Comments

  1. dalby-o-calmo says:

    Ver Sócrates versus Portas é a mesma coisa que ver a «Gina a chamar puta à Cicciolina!» Preferi o bife, as batatas fritas, o sumo de pêssego e os bolinhos de marmelada que trouxe da padaria de Paços de Brandão há uma hora atrás..NAO VI!dalby

  2. Ricardo says:

    Eu vou votar no PS. Apesar de tudo o que se diz, o Sócrates ao menos fez muita coisa, fez muito mais do que outros. Claro, muito do que ele fez não foi popular, mas tinha de ser feito – o PSD agradece se for para o governo. Nem todas as medidas foram correctas, claro. A política da Educação foi infeliz, mas o governo, no fundo reconheceu o seu erro (utilitariamente mas reconheceu) e voltou atrás – isso, na minha óptica, é de louvar. Se for para lá o PSD, viva a democracia. Só espero é que a Ferreira Leite e o seu governo engula o seu orgulho e dê continuidade às boas políticas do Sócrates porque senão este país não sai da cepa torta – como eu já aqui tinha dito, o interesse do país deve-se sobrepor a interesses individuais de luta pelo poder e de auto-afirmação. Normalmente, a rotação do poder dá-se pelo desgaste de quem lá está, é a natureza das coisas. Não é bom nem é mau, é. Essa fatalidade não tem de se traduzir na fatalidade de “muda o casting volta tudo à estaca zero” – problema endémico do país, nomeadamente na Educação. Em relação ao Paulo Portas, falemos de coisas sérias por favor. Que é que foi aquilo à saída dos estúdios quando lhe perguntaram sobre possíveis coligações? Paulo Portas: “o Sócrates já cá está à muito tempo (ou qq coisa do género) e em relação ao PSD prudência, cautela e canja de galinha”! O Paulo Portas é um tótó. Só vota em PP pessoas com tendências extremistas do género que tem uma certa urticária a imigrantes…

  3. dalby-o-calmo says:

    Monsieur Ricardô, não é pela razão de estar aqui a rebENtar que nem o nosso Rebenta, não é por causa de já ter metido um xanax 1000 (MIL) debaixo da língua que lhe quero dizer uma coisita, não é por uma questão de tentativa de matar alguém a sangue frio, que faria inveja ao filme mais sanguinário do Tarantino, não é por causa de um quase AVC que me provocou em cima, no seu texto naif sobre o PS, não é sobre as cólicas que ainda tenho e a prisão de ventre que já me atormenta pelo que você acaba acima de escrever, não é por causa da crise de sindrome vertiginosa de Menière que me provocou com o que escreveu, não é pelos espirros continuos ,pior do que o pico de uma gripe A, que me provocou após ter lido o que acima escreveu sobre o seu manifesto pró PS, NÃO É, ACREDITE, POR CAUSA DISSO, QUE EU LHE QUERO DIZER, COM TODA A FRANQUEZA ISTO, E MAIS UMA VEZ: « PETIT RICHARD, na sua endémica frase de cima, que cito “o Sócrates já cá está à muito tempo (ou qq coisa do género)” queria dizer-lhe só isto, com muita reverência, apesar de estar destruido para o resto da vida , pelo que acaba de desabafar no seu/NOSSo Aventar a favor do PS: meu caro petit Ricarrdô na frase «à» é com «h» pois é forma do verbo haver , temporal, e não contracção da preposição a+a – à…ps. MANDO-LHE A CONTA A CASA DA EXPLICAÇÃO GRAMATICAL.PS 2 ..NÃO FIQUE ABORRECIDO!PS 3 NÃO CHORE, PORQUE QUEM ESTÁ AQUI A CHORAR E A GRITAR E A CHAMAR-LHE NOMES TIPO * ‘&%$#”!?; sou eu..É HORRIVEL RICARDO, EU NÃO AGUENTO OUVIR ISTO… VOCÊ VAI TER A IMORALIDADE CRUEL DE IR VOTAR P.S?? P.S?? MAS POR SADISMO OU MASOQUISMO?? DALBY POSSESSO!

  4. Ricardo Santos Pinto says:

    Ó Ricardo, não vejo onde é que o Governo recuou. Vir falar de deselegância na relação com os professores, achas que isso é um recuo?Quanto ao Paulo Portas, duvidas que José Sócrates faria mais depressa uma coligação com o PP do que com o BE?

  5. Luis Moreira says:

    Ricardo, criar riqueza é que exige competência. Este país caminha para o empobrecimento. Distribuir dinheiro pedido ao estrangeiro e fazer TGV com dinheiro dos outros que depois as gerações seguintes têm que pagar, é muito fácil. O Sócrates não é competente, é determinado e trabalhador mas sabe pouco, não tem mundo, nunca teve uma profissão.E não leves a mal o “censor do lápis azul”, dalby !

  6. Ricardo says:

    Então o Dalby é contra o PS? Porquê?

  7. dalby-o-calmo says:

    OH Ricardo, se pretendia ofender-me, nem precisou muito para me «desfazer»!!! Essa pergunta em si «É JÁ UM INSULTO PIOR DO QUE ME TIVESSE CHAMADO GRANDE FDP»!!! Olhe, remeto a resposta para o Grande R- Ricardo S Pinto que responderá por mim, ele nisto tem procuração minha!!! abraço dalby

  8. Ricardo says:

    Foi você que se ofendeu a si próprio Dalby. A resposta correcta a esta pergunta era simplesmente ar a sua opinião. Não se negue…


  9. Eu vi e até achei graça. É o cúmulo da demagogia.


  10. Mas o que me intrigou foi a tal lei que o Dr. Paulo Portas aprovou e veio, segundo Sócrates, tomar uma posição contrária. Por que motivo votou ele a favor? Tem alguma razão certo?

  11. dalby-o-calmo says:

    OH Ricardo eu NÃO VOTO PS simplesmente porque o PS é o CUMULO DO NACIONAL-SOCIALISMO ULTRAJANTE UTILIZANDO UM NOME QUE É OFENSIVO AOS ARAUTOS DA DEMOCRACIA, O NOME «socialismo» e socialista não estão a fazer lá nada..E SE VOCÊ NÃO VÊ O QUE O PS SIGNIFICOU DURANTE ESTES ANOS, POIS EU ACONSELHO-O A IR AO OCULISTA ADÃO NA RUA SANTA CATARINA..E SE NÃO FOR DISSO O CASO..ENTÃO DEIXE-ME FAZER-LHE UMA PERGUNTA? O QUE LHES DERAM ELES OU O QUE É QUE ELES LHE PROMETERAM???

  12. Ricardo says:

    A mim o Sócrates não deu nada, mas o PSD também não. Quer queiramos quer não, alguém tem de nos governar. Eu vejo as coisas mais ao contrário: o que é que posso me dar a mim mesmo e, consequentemente, dar ao país. Tentar ser o mais competente possível naquilo que faço de forma a beneficiar-me e a beneficiar os outros.

  13. dalby-o-calmo says:

    Oh Ricardo , olhe que não, olhe que não, ÁS VEZES NA VIDA, DO OCIDENTE E DA SUA…., OLHE QUE NÃO VÁ POR AÍ, «QUER QUEIRAMOS OU NÃO, ALGUÉM TEM DE NOS GOVERNAR ?!»..OLHE QUE NÃO..espero que a vida não o faça engolir a seco esta frase perigosa…!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.