a noite igual ao dia

Equinócio: instante em que o Sol, no seu movimento anual aparente, corta o equador celeste. A palavra de origem latina significa “noite igual ao dia”, pois nestas datas dia e noite têm igual duração.

No hemisfério norte começa agora o Outono. Também acaba o verão. Ambas as coisas me são agradáveis.

Termina a excitação que dilata os humanos, estendidos entre grãos de areia e metendo o corpo no mar como quem vai ao chuveiro.

Começa o espalhar das folhas pelo chão, o melhor tapete para os pés, sobretudo em dias de vento.

E a música abandona os tiques de engate veraneantes.

Os velhos deuses acordam no Outono. A celebração do fim de um ciclo é a festa do seu recomeço.

As melhores paixões vivem do Outono, e podem crer, a melancolia é o seu sublime condimento.

publicado em simultâneo

Comments


  1. […] publicado em simultâneo […]

  2. Carlos Ruão says:

    como te compreendo, meu irmão. abraço.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.