O Bloco de Salvaterra

Nunca percebi a ideia do BE em dar guarida à senhora que se desentendera com o PCP em Salvaterra da Magos, ficando orfã enquanto presidente da Câmara.

Lembro-me que na altura houve uma forte polémica interna mas a decisão lá terminou por passar, ou não tivesse por padrinho Miguel Portas.

Passados 8 anos continuo a não ver o mínimo interesse político na coisa. É uma autarca exemplar? Não sei, mas não me venham com o facto de ser reeleita como demonstração de virtudes. Valentins e Loureiros também o são.

Chega hoje a notícia de que em Salvaterra de Magos teve lugar um rodeo, e a tal senhora multiplicou-se em entrevistas onde se manifesta como aficionada da tortura e homicídio de animais.

Ora eu não sou: levo mesmo muitos aninhos a protestar contra essa barbárie, digna herdeira do Circo Romano, e que estabelece uma fronteira clara entre civilização e animalidade, sendo que enquanto animal estou do lado da civilização.

Nem o Bloco de Esquerda o é: foi gozado durante a última campanha precisamente por defender no seu programa a civilização e os direitos dos animais.

Esta espantosa coerência dá o flanco aos adversários, este vídeo é de um socratista preocupado em perder as eleições pra o BE em São Pedro do Sul, e também não me venham com direitos de tendência animalescos, ou com independências, ou o caraças.

Vai é dando-me razão quando preveni que muitos maus dias estavam para vir quando o crescimento do BE se manifestasse nas autarquias. Estas coisas começam assim, e acabam em agências de emprego e negociatas com construtores civis, à moda da CDU. Limpinho.

Comments

  1. Paulo Rui says:

    O BE, ao apoiar essa senhora, uma defensora da tortura e massacre de animais, esta’ a atraicoar todos aqueles que votaram neles, esta’ a atraicoar toda a Esquerda que quer reclamar. E’ uma vergonha para o partido, para a Esquerda e para todo o pais. Enquanto o Bloco pactuar com o massacre de animais, o meu voto nunca mais o vem. Sera’ que assegurarem uma camara vale mais que a traicao ao seus ideais?

  2. Ricardo Santos Pinto says:

    A própria posição do Bloco em relação às touradas não se entende. Ou entende-se como pura hipocrisia. É contra as touradas de morte, mas já é a favor das touradas à portuguesa. Qual é a diferença? Desde logo uma: os touros sofrem muito mais na tourada à portuguesa, porque têm de esperar horas e horas até serem abatidos.http://aventar.eu/2009/09/23/a-causa-animal-no-programa-do-bloco-de-esquerda/

  3. Luis Moreira says:

    O poder! É o poder que corrompe, desde logo os ideais.Não há volta a dar.

  4. Aficionado says:

    Estes tipos do Bloco são ridículos. Ainda mais ridículos são os tipos que os apoiam. São uns pobres coitados! Contra as touradas?! Ganhem mas é juízo e defendam causas que realmente importem. Já agora aprendam alguma coisa sobre tauromaquia e restante cultura portuguesa.

  5. maria monteiro says:

    curioso a tauromaquia fazer parte da cultura portuguesa… claro, pois, é verdade… as corridas de gala à antiga portuguesa é uma das formas de cultura que até são transmitidas pela televisão

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.