POEMAS DO SER E NÃO SER

O silêncio não é silêncio

apenas uma espécie de pausa

na vivência dos poemas azuis

que digo e redigo em silêncio

dentro de mim

todos os minutos do meu dia.

Poemas azuis

que em silêncio declamo ao vento

na esperança de que um dia os ouças

em silêncio

com os ouvidos que eles merecem.

Poemas azuis

que brotam em silêncio

da tua imagem sempre presente na estante

onde diariamente

recai o silêncio dos meus olhos.

 

                      (adão cruz)

(adão cruz)

Deixar uma resposta