A República vista pelas pessoas

Saio e sou atacado pela República. Para cima, uma caravana eleitoral; para baixo, outra. Pelo meio, uma canção tipicamente portuguesa como são todas as canções brasileiras. A letra é extraordinária: “Você não vale nada, mas eu gosto de você.” num refrão que ocupa mais de metade da duração da música.

Fernando Nabais, Política à portuguesa ou “Você não vale nada, mas eu gosto de você”


Deixar uma resposta