Lisboa: A vitória de Roseta

Helena Roseta, número 2 da lista de António Costa, foi uma das vencedoras da noite de ontem. Afinal, o seu Movimento Independente, que conquistara 20 mil votos em 2007, contribuiu largamente para a vitória de António Costa. Recorde-se que o PS venceu por uma diferença de cerca de 15 mil votos. Se tirassemos ao novo Presidente da Câmara os votos de Roseta, Santana vencia por 5 mil de diferença.
O mesmo não se pode dizer dos 13 mil votos alcançados por Sá Fernandes na lista do Bloco de Esquerda. É duvidoso que, sozinho, ele voltasse a alcançar o mesmo resultado.
Eis a razão pela qual António Costa, se não está dependente do PSD, está fortermente condicionado pelo acordo feito com Helena Roseta, que – já o provou – tira o tapete ao PS logo que lhe der jeito. É que, sem Roseta, não tinha havido Costa Presidente, como se viu, aliás, eplas sondagens feitas antes do acordo.

Comments

  1. miguel dias says:

    Ricardo, o Sá Fernandes não é arquitecto.

  2. Ricardo Santos Pinto says:

    Pois não. Bem me parecia que não era, devia ter ido confirmar. Confundi com o arquitecto do Porto, o contestatário que amochou nos últimos tempos.

  3. maria monteiro says:

    mas a Roseta lá vai sendo arquitecta mas de conveniências

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.