Ainda a "santa" visita do papa

Nesta altura em que Portugal e o Sr. Presidente da República se preparam para receber Bento VXI na sua primeira visita oficial ao nosso país, mais algumas notícias de última hora são dignas de figurar no belo cartaz oficial, anunciador da vinda do papa. “Contigo caminhamos na esperança, sabedoria e missão”. Quanto a sabedoria, sabem-na toda. No que respeita à missão, ela é por demais conhecida.A pedofilia soma e segue pelos cantos e esquinas da igreja católica. Não tardará o dia em que ela já não possa esconder-se mais e se revele às escâncaras através das naves centrais.

 As últimas revelações dão conta de abusos sexuais sobre menores do coro da diocese de Ratisbona (Regensburg) dirigido durante 30 anos por Georg Ratzinger, irmão mais velho do papa Bento XVI.

 O colégio do Mosteiro beneditino de Ettal, na Baviera vai investigar as denúncias feitas por 20 alunos da instituição.

 Descoberta rede de prostituição masculina dentro do Vaticano, também conhecido por “Santa” Sé. Angelo Balducci, um Cavalheiro de Sua Santidade, foi apanhado em escutas telefónicas pela Polícia a negociar com Thomas Chinedu Ehiem, sobre detalhes físicos específicos dos homens que ele queria para o servirem.

 Thomas Chinedu Eihem Balducci, corista na “Santa” Sé, chefiava uma rede de prostituição masculina no Vaticano, envolvendo seminaristas e imigrantes clandestinos, rede essa, segundo consta da investigação, ligada a uma outra rede de prostituição masculina organizada em Roma.

 Angelo Balducci foi preso em 10 de Fevereiro, suspeito de envolvimento em corrupção generalizada, em alguns casos metendo prostituição masculina. Balducci é também um conselheiro sénior da Congregação para a Evangelização dos Povos, o departamento que supervisiona actividades missionárias da Igreja Católica Romana em todo o mundo.
Desde 1995, foi um membro de uma das fraternidades mais exclusivas do mundo – os Cavalheiros de Sua Santidade, ou Senhores Papais, os responsáveis pelo cerimonial da Casa Pontifícia. As palavras de um decreto de 1968 diziam esperar dos membros desta fraternidade que “se distingam para o bem das almas e a glória do nome do Senhor”

Bela distinção!!!!!!.

Comments

  1. maria monteiro says:

    notícias destas não vêm na Voz da Verdade (jornal da diocese de Lisboa) … pois, pois não dava lá muito jeito…

  2. maria monteiro says:

    porque aderi ao grupo
    Maria aderiu ao grupo Não queremos pagar a visita e dispensamos a presença do Papa em Portugal.

    Tive logo a visita do Pe Zé Miguel no meu sítio … e ainda dizem que há falta de padres …

    José Miguel Barata Pereira
    Tenho pena! Já dizia o poeta: “ver só com os olhos, é fácil e vão! Por dentro das coisas é que as coisas são!”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.