Inês de Medeiros e Miguel Portas

Imagino que o eurodeputado Miguel Portas também viaje em 1ª classe entre Lisboa e o Parlamento Europeu. Imagino, até, que se recusasse a viajar em turística se tal lhe fosse proposto, mas quando foi eleito as regras eram claras e Miguel Portas não era o único na sua situação. No entanto, no movediço terreno dos princípios, compare-se a sua posição com a de Inês de Medeiros quanto à utilização de dinheiros públicos no que respeita aos gastos com os deputados. Não são sempre todos farinha do mesmo saco.

P.S. – Desculpe lá, Inês, mas neste filme o Miguel, mesmo careca, sem adereços nem filmografia conhecida, ficou muito melhor do que a menina.

Comments

  1. maria monteiro says:

    pois…. há exemplos e exemplos

  2. Maria Moreno says:

    Não conheço as contas do Bloco de Esquerda, presumo que são sérios e que não teem arranjinhos para aplicar a teoria dos vasos comunicantes ao dinheiro que vai do Parlamento europeu para os seus deputados. Tenho mesmo quase a certeza que não (é fé). Mas devem ser os únicos, ou quase. O que dá ao deputado Miguel Portas um ar quase messiânico. Foi bonito.

  3. Carlos Fonseca says:

    Inês Medeiros é, sem dúvida, responsável enquanto cidadã; mas, sózinha, nada conseguiria. Os partidos de poder são as grandes centrais de esquemas em Portugal. Desta vez foi a Inês, para a próxima será o Pedro. E o romance continuará até ao fim. A seguir partimos para outro.


  4. Apesar do (euro)deputado Miguel Portas ser melhor exemplo que a muito falada Inês de Medeiros no caso das viagens, o ano passado lembro-me de ver que este senhor tinha faltado a 70% das reuniões parlamentares e afins… Talvez por não ter o subsídio de transportes da dita?

  5. Pedro says:

    Pois, Isa, não recordo esses números, mas também não tenho ligação partidária ao deputado Miguel Portas. Limitei-me aqui a assinalar uma diferença que me pareceu digna de registo. A forma como cada um olha para a “coisa pública” diz muito sobre a sua personalidade, acho eu. E no caso dos políticos essas diferenças são ainda mais importantes.


  6. Não foi minha intenção implicar ligações partidária (ou outras) ao deputado. Quis mesmo partilhar a opinião que a idoneidade na classe política, a haver, não abrange todos os campos num político/ deputado, partido, … E concordo: o olhar sobre a “coisa pública” diz muito sobre a personalidade e até os valores de cada um, políticos incluídos.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Inês de Medeiros e Miguel Portas: Imagino que o eurodeputado Miguel Portas também viaje em 1ª classe entre Lisboa … http://bit.ly/bRcCuB […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.