Utilizador/Pagador – fatal como o destino

As parcerias público/privadas vão ter que ser pagas e entre 2010 e 2013 já se vão fazer sentir e de que maneira, embora ninguem saiba bem quanto. Para além de 2013 ainda mais vão pesar e aí é que ninguem mesmo é capaz de arriscar, já não digo um número, mas uma ordem de grandeza.

Pese embora uma maior progressividade nos escalões do IRS  que poderá pesar contra a regra do “utilizador/pagador“, empurrando-a o mais tempo possível para a frente, mais cedo que tarde vamos ver a regra ser aplicada em domínios como a Saúde, a Educação, os Transportes , as Autoestradas…

É assim, quem pode paga, quem não pode não paga! Com este déficite, com esta dívida e as taxas de juro cada vez mais elevadas que o país vai ter que pagar, a questão é quando. Acrescente-se o fraquíssimo crescimento do PIB que as autoridades internacionais revêm constantemente em baixa, e temos aí o quadro.

Mas a má notícia vai sendo adiada ! O PEC não a contempla a regra “utilizador/pagador, como não contempla muitas outras coisas que vamos todos ter que pagar!

Comments

  1. joão Nunes says:

    Aquele perfil é o do gajo da Tap, não é?
    Já reparou como o logo da Tap, na cauda do avião, passou ser, em vez de TAP a letra F e P?
    Há coisas do camandro, não há?

  2. Luis Moreira says:

    Então não há…


  3. If some one wants expert view concerning blogging and site-building after that
    i advise him/her to pay a quick visit this website,
    Keep up the good work.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Utilizador/Pagador – fatal como o destino: As parcerias público/privadas vão ter que ser pagas e entre 2010 e 201… http://bit.ly/bjyEak […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.