Em Mirandela ninguém se despe

play_mirandela

É jovem, bonita, elegante, bem-feita. É professora de música contratada para leccionar nas actividades extra-curriculares. Ah, e despiu-se para uma sessão fotográfica da Playboy. Acabou afastada do contacto com alunos e já sabe que o contrato não lhe será renovado para o próximo ano lectivo. A Câmara de Mirandela já confirmou, apesar de se ter esquecido de informar a jovem de que nunca, jamais, poderia tirar retratos do jeito que veio ao mundo.

Pelos vistos, os pais dos alunos da professora Bruna Real ficaram preocupados pelo facto dos rebentos terem feito fotografias com os telemóveis das páginas da revista e andarem a trocar mensagens.

Um tio de um primo de um amigo de um senhor que vai duas vezes por ano a Mirandela até já me disse que se percebe porque na terra ninguém se despe, nem para tomar banho ou fazer necessidade. Que há uns lençóis com uns buracos para esse efeito.

Não acreditei. Então na terra das alheiras, iam lá ter uns lençóis esburacados para essas coisas? Não pode ser. Li no JN e noutros órgãos de informação que a jovem “gosta de dar nas vistas”. Deve ser vingança, então. A rapariga é jeitosa e os invejosos e invejosas têm é rancor do corpo que Bruna deu ao manifesto fotográfico. Só pode.

É, então, professora do ensino básico? Já imagino os miúdos a adorarem a sêtora. Logo, há inveja. Estão os pais a dizer aos filhos que vão faltar às aulas para ir ver o Papa e os petizes recusam porque não querem faltar à lição de flauta. Está visto.

O director da escola disse que “aparecer numa revista sem roupa não é compatível com a função de professora e de educadora”. Deve ser preferível aparecer de buço e ruga no nariz.

A sempre o problema dos miúdos gastarem a mesada toda em mensagens de telemóvel. Isso sim, é um problema. As coisas que se ficarão por dizer naquelas excelentes mensagens cheias de x, k e outros que tais. Se ainda fosse a professora de português a aparecer na revista…

O certo é que em Mirandela a edição da revista de Maio esgotou. Como é óbvio não foi ninguém da terra a comprar a revista. Devem ter sido pessoas de fora que lá foram comprar os exemplares para evitar que o povo magoasse os olhos nas vergonhas da moça. E logo com o Papa aqui, em Portugal…

E depois das Mães de Bragança… Pelos vistos ninguém aprendeu, tsss, tsss.

Comments

  1. Luís Moreira says:

    Os compradores da revista (que esgotou) é que é malta previdente, antes que caísse nas mãos da garotada. Quem está muito contente são as mulheres de Mirandela, encontram os maridos mais fogosos ao deitar. Já andam a pensar em fazer uma petição para a professora fazer uns números privados. A alegria voltou a Mirandela! O Director da escola está a fazer o papel do gajo sério, mas envia uns SMS para o Presidente da Câmara a ver se a Bruna não vai para muito longe. E se nós no fim de semana do aventar…

  2. maria monteiro says:

    A escola até devia colocar a professora como directora de turma e assistente em todas as outras reuniões de pais… até aposto que nenhum encarregado de educação inventava desculpas esfarrapadas para faltarem às reuniões.

    Até podia ser considerada escola piloto onde havia participação activa de todos

  3. fernando says:

    sempre me disseram o que é bonito é para se ver pelos vistos em tras dos montes nao é assim.


  4. Sempre que vou a Mirandela, peço o prato tradicional da terra e trazem-me alheira! Andam a enganar-me, afinal têm lá escondida a Bruna Real… Isso é que seris comer até fartar…
    http://o_burro_que_pensa.blogs.sapo.pt/

  5. ze manel says:

    Trás-os-Montes e Mirandela é como outro lado qualquer. Em qualquer parte do mundo (no âmbito da realidade local, seja onde for), uma professora vinculada a uma câmara ou autarquia ou qualquer outro órgão de cariz publico, que pouse nua para uma revista, causa sempre um “feedback”, seja bom ou mau ou mais ao menos…caso contrário as pessoas andariam a “dormir na fronha”, e seria um paradoxo, alguém querer expor-se, mostrar-se para o mundo e nem sequer haver reacção a nível local(seja em Mirandela, seja numa autarquia de Nova York!…uma coisa é realidade outra local e as pessoas que se relacionam com a pessoa exposta, outra são os órgãos com quem essa pessoa tem vínculos profissionais…outras são as mentalidades utópicas que gostariam que a realidade fosse como eles desejariam…se é bom ou mau, não sei. não sou eu sozinho que faço o mundo…tenho a vossa ajuda. assinado:pois, prontes, bhaaaaa!

  6. Sem paciência says:

    É incrivel a visão simplista deste povo em que tudo é analisado com amores e desamores viscerais sem um pingo de lógica ou de descernimento.Espero que os senhores que tanto defendem a dita senhora a tenham como professora não dos filhos mas das filhas como exemplo moral que devia ser.Talvez daqui a uns anitos as tenhamos como capa da Playboy ou se a carreira correr bem mesmo num ou outro filme porno.


  7. Caro sem paciência.
    Obrigado pelo seu comentário. Estou certo que já investigou todos os professores dos seus filhos e obteve as garantias de não haver um único bêbado(a), casos de violência doméstica, utilizadores de drogas, hooligans do futebol, adúlteros e/ ou adulteras, nem serem detentores de outros pecados. Ainda bem que há pessoas que para serem anjos só lhes faltam as asas.

  8. Sem paciência says:

    É impossivel controlar todas as pessoas que se relacionam com os nossos filhos o que é normal é que eles aprendam com a diversidade de caracteres, comportamentos e culturas.É tambem importante que tenham referências de indole moral que lhes fortaleçam a personalidade.Os professores estão em segunda linha em seguimento dos pais na orientação dos nossos filhos.São uma profissão que muito respeito o que não se verifica nos comentários supostamente de “apoio” a esta professora .Se todas as pessoas achassem que isto é uma situação normal não fariam comentários tão alarves como se verifica pela net. Como pessoa é livre de ganhar dinheiro como quiser como professora talvez não…..Não acredito em caminhos faceis há que fazer opções

    • Luís Moreira says:

      Já viu o que ela diz? Que há professores pedófilos que continuam a dar aulas. Veja aí, em Bruna: no poste de hoje.

  9. Sofia says:

    Preocupem-se com o que realmente é importante! Tanta miséria neste país e estão a discutir uma questão tão inútil? Deixem a vida alheia…

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar, Blogue Aventar and Jose Freitas, avidaeumpalco. avidaeumpalco said: Em Mirandela, pelos vistos, ninguém se despe: http://ow.ly/1Lda8 […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.