Deixem o corpo dos pobres em paz e assinem sff

A onda de montagens que invadiu o planeta mostrando Cavaco Silva como se fora um pobre de pedir é um insulto à miséria. Pobre pode ser pobre, mas tem direito à imagem. Pobre pode não ter rosto, mas pobre tem corpo e não merece que lhe metam a fronha da Aníbal Cavaco Silva em cima. Viver da mendicidade já é castigo divino que chegue, não há pecado que justifique a penitência de ser photoshopado com a cara de um  bovinófilo.

Já quanto à ideia de assinar uma das petições pedindo o seu afastamento, estou com o Tiago Mota Saraivapode ser um excelente sinal “para os mercados”. 

Ele diz que esta, Pedido de Demissão do Presidente da República, parece ser a de maior sucesso, e com isso poupou-me algum trabalho (estão a ver o trocadilho? Poupanças, uma vida inteira de trabalho, acções do BPN… na imagem Cavaco Silva, retrato de um homem que já fazia poupanças porque o esperava uma modesta reforma, acompanhado de dois amigos que já pensavam em como roubar as nossas ao longo da sua vida de trabalho).

Comments

  1. Margarida Alegria says:

    Assinado!
    Há que tomar medidas concretas (nós portugueses). Senão será mais uma asneirada e/ou escândalo para o anedotário a entreter o povo mas que depois cai em saco roto.
    Sou de opinião que este é um forte motivo para demitir o Presidente, em teoria o ´nosso máximo representante(e não só aos que cairam na asneira de votar nele). Se lhe pagamos para cumprir uma função e o senhor esbanja e não sabe governar o muito que ganha, como poderemos confiar nele minimamente para dar a cara pelo país mundo fora?!

  2. Margarida Alegria says:

    De qualquer forma, dos cartoons que estou a ultimar sobre a sua indigência (não, não surge vestido de pobre…)… não se livra!


  3. Esta fotografia recorda-me os míticos irmãos Dalton, só falta o Averell.

  4. ainda penso says:

    Assinado e subscrito


  5. A isto é que se pode chamar com propriedade uma… TROIKA!


  6. Assinadíssimo…!

  7. Lagartices says:

    Antigos chefes de Estado mantém regalias no final dos respectivos mandatos que representam encargos elevados para o erário público

    Ainda no rescaldo das polémicas declarações de Cavaco Silva, o “Diário de Notícias” noticia hoje que quando daqui a quatro anos deixar Belém, o presidente da República não deverá poder juntar uma subvenção política às pensões de dez mil euros brutos que agora recebe, mas vai ter direito a um gabinete com secretária e assessor da sua confiança, a um carro com motorista e combustível para serviço pessoal e ajudas de custo para as deslocações oficiais fora da área de residência.

    Estes são direitos que a lei dá aos antigos chefes do Estado e que pesam um milhão de euros no orçamento do Palácio de Belém. Feitas as contas, Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio custam, cada um, cerca de 300 mil euros aos cofres públicos.

    http://www.sabado.pt//Ultima-hora/Dinheiro/Ex-Presidentes-custam-300-mil-euros-por-ano-%281%29.aspx

  8. marai celeste ramos says:

    Destes 4 eis-presidentes, atenção – não ganham todos o “mesmo” e seria mais interessante para quem ´lê e colabora neste blog que se faça a astronómica diferença e que certamete virá em qualquer Diário da República pelo menos -mcor-não se esqueçam de Ramalho Eanes nada tem a ver com os outros nem tem uam FUNDAÂO que é paga a 100% pelo nosso IRS
    Não misturem o que não é miscível-obrigada – o seu a seu dono

Trackbacks


  1. […] tem cura e, a partir de certa altura, é indisfarçavel. partilhar:Facebook Esta entrada foi publicada em Eleições Presidenciais, política nacional, […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.