Ora, saiam da zona de conforto

Passos Coelho considera que os políticos não são bem pagos, titula o Público. Eu que não sou político, sou suspeito. Mas olhando para o salário, para as ajudas de custo, para os fringe benefits e para o número de horas trabalhadas, tenho a certeza que os políticos são bem pagos. Sobretudo quando comparados com o panorama nacional – lamento, não estamos na Europa.

Mas se mesmo assim, ó políticos, se acham que são mal pagos, olhem, sigam o conselho do chefe: emigrem.

Comments


  1. É assim mesmo… se serve prá gente… tem que servir para esses Dr’s da treta!!

  2. Nightwish says:

    E deixessem-se de pieguices.


  3. Uma dúvida: fora da “zona de conforto” tem ar condicionado? – Se não, pode ser desconfortável.


  4. Neste comentário, concordo até com PPC e da forma como o disse, mas fica a questão: ok, eu acho que os mais altos cargos podiam ser até melhor renumerados, mas será boa parte dos seus ocupantes merece esses cargos?

    Só falta saber se o merecimento acaba por vir com o aumento dos salários… mas isso também tenho as minhas dúvidas.

    P.S.: O problema é que a renumeração dos políticos vem por outras vias… basta ver carreiras de ministros pós desempenho desse tal cargo “mal renumerado”

  5. marai celeste ramos says:

    Quando a liberdade se para para a libertinagem pelo menos verbal nada a dizer – que valor do OE é consumido em salarios da classe política incluindo a autárquica ?? se a dívida soberema«na e as outras são regeridas ao PIB porque não os vncimientos dos polícos efindações e das cartão goldem ?? gostava de saber não falando nas publicpo privadas essa fantástica inveção ?? será 60% dp PiB ou mais – gostava de saber – a despesa da AR – e de cada CM só para os orgãos autarquicos ?’ – E quando o valor totam dó dos salarios ?? e o das férias de natal e férias ?’ – quem sabe fezer contas se eu só sei fazer as minhas ??
    E quanto custa a TV e os seus operadores ?? e as Estradas de Portgal queis os custod de mutenção – e da Saúde e do Ensino ?? o que sobre para quê e quem

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.