O saber das crianças. Ensaio de antropologia da educação.

Crianças

.Crianças estudam baixo as árvores de Kongolote.

Kongolothe é um bairro da cidade e município moçambicano de Matola

Fonte: Monitoria e Avaliação da Estratégia de Redução da Pobreza (PARPA) de Moçambique 2006-2008, fotografado em 26 de Agosto de 2009

 O SABER DAS CRIANÇAS. ENSAIO DE ANTROPOLOGIA DA EDUCAÇÃO

Texto baseado na minha investigação, na obra de Boris Cyrulnik [1]e outros atores. Dados retirados de trabalho de campo ou etnografia, do convívio com as pessoas, para os subsumir depois a teoria dos antropólogos ou etnologia, comparando factos com hipóteses a teoria Etologia Humana, como a entende Cyrulnik


[1] Boris Cyrulnik, (nascido a 26 de Julho de 1937 in Bordeaux)neurologista, psiquiatra, psicanalista, foi um dos fundadores do Grupo de Etologia Humana e dirige um grupo de investigação na Faculdade de Medicina de Marselha. Autor de numerosas obras, das quais o Instituto Piaget já publicou: Memória de Macaco, Palavras de Homem; Sob o Signo do Afecto; O Nascimento de Sentido; Nutrir os Afectos e Do Sexto Sentido.

Etologia Humana:  tem por objecto o estudo do comportamento humano, quando pensado em termos do processo evolutivo do Homem e das forças selectivas que sobre ele actuaram e actuam. Para além de domínios próprios, a etologia estabeleceu-se também no âmbito de algumas áreas de estudo da chamada psicologia experimental. A etologia humana assume aspectos de estudo tão vastos quanto interessantes e pertinentes, arriscamos mesmo dizê-lo quase eventualmente polémicos. Encontrará igualmente, a título comparativo, alguma informação de etologia animal e não exclusivamente de etologia humana, como se entende em Antropologia.

Boris Cyrulnik tornou-se sobretudo conhecido por haver desenvolvido o conceito de résilience, palavra que  significava até então ‘’a característica mecânica da resistência de um material aos choques’’. Ele deu ao velho conceito, uma significação psicológica nova: “atitude de um indivíduo a se construir e a viver de maneira satisfatória apesar de circunstâncias traumáticas’’ (diconário Le Petit Robert). Mas a nova acepção criada por Cyrulnik, que chegou ao Brasil quando seus livros começaram a ser traduzidos em português, ainda não aparece no dicionário brasileiro Houaiss, o que é lamentável.  

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.