Querem Obrigar-nos a Não Trabalhar!

GENTE SÉRIA E TRABALHADEIRA

Os Verdes, gente trabalhadora e virada para o bem comum, quer ajudar o povo Português a viver bem. Dessa forma, entendem estes senhores que devemos ser obrigados a não trabalhar no dia de Carnaval.

Abençoado esquerdismo, rótulo que cada vez mais é sinónimo de … (não, não digo que é feio).

Comments


  1. Há críticas que podem e devem ser dirigidas à esquerda.
    Argumentar boçalmente que por se defender um direito ao lazer num feriado facultativo, que ainda consta do Código de Trabalho, é “obrigar” ao não trabalho… sinceramente é boçal demais.
    Cumprimentos

  2. LUCINO DE MOURA GONÇALVES PREZA says:

    A demagogia mora em todos os partidos… O certo é que o ministro da economia ainda não descobriu este atentado ao País motivado pela esquerda e, não cobrar impostos de mesquinhez e falta de tacto.
    Além do mais, eles que se dizem defensores dos trabalhadores instigam os mesmos a não trabalharem no dia de carnaval porque, têm os seus salários e reformas milionárias, sempre asseguradas pelo sacríficio daqueles que trabalham e de outros que caem na esparrela de fazer greve…. Estes, são os ditos cujos profetas da desgraça… querendo eles serem tratados como um grande partido quando,na realidade, nada fazem para bem dos nossos concidadãos senão, estarem sempre do lado errado em todos os cenários da vida portuguesa. É a pura estupidez e falta de patriotismo que reina nos partidos qque, colocam os interesses do partido acima do seu País. Que rasguem os seus BI e que emigrem para o Sudão ou para outro país no qual, possam extrapolar o seu anti-patriotismo.


  3. Os feriados não são do governo nem da Igreja, são das pessoas e das famílias para descansar e VIVER cada um à sua maneira.
    O ataque deste governo aos feriados tradicionais que temos é uma das páginas mais sombrias, pois trata-se somente de obrigar a trabalhar mais dias sem receber mais por isso, sendo que em Portugal já se trabalham mais horas por menos dinheiro do que no resto da Europa, claramente não é aí que reside o problema nem se encontrará a solução.
    Criou-se a falsidade que em Portugal temos muitos feriados. Pequem numa agenda e comparem com outros países da Europa, ficaram talvez surpreendidos.
    Que jeito tem trabalhar no Carnaval, se os alunos estão em casa e muitas famílias aproveitam para visitar as localidades onde existem eventos de Carnaval, ou simplesmente usam esses dias para descansar e conviver?
    Que adianta obrigar os funcionários públicos a trabalhar nesse dia, que fazem nesse dia que não pudesse ser feito na 2ª feira ou na 4ª? Que fazem os professores nas escolas sem alunos?
    Às vezes tomam-se medidas contraproducentes, esta é uma delas.
    Por outro lado não conheço ninguém que, sendo convocado para algum trabalho urgente ou importante num feriado, se negue desde que lhe seja pago o valor justo (que nem costuma ser caro, os Portugueses em geral ganham pouco).
    Carnaval, sempre!


  4. Mais uma vez, caro José Magalhães, estou de acordo consigo!
    Enfim, quando não se tem noção do que sejam assuntos sérios, perde-se tempo com absurdos! Comportamentos destes são apanágio dos imaturos, dos que ainda estão verdes!

  5. Zuruspa says:

    Eu também acho que sim. Deviam era acabar com os feriados todos.
    E trabalhar-se 16 horas por dia, no mínimo. E a cachopada também a lombar desde cedo! Qual escola qual carapuça! O trabalho é que instrói!

    Temos de voltar aos tempos gloriosos do séc. XIX!

  6. Nightwish says:

    Enquanto o governo destrói o país e mantém os lucros dos amigalhaços, os portugueses perdem tempo a achar que o tempo de descanso não aumenta a produtividade.
    Rumo à bancarrota total.


  7. Realmente acho graça a algumas pessoas! Enchem a boca com a palavra liberdade, desconhecendo totalmente o significado do conceito, e acham-se no direito de obrigar as outras pessoas a fazerem aquilo que elas acham correcto, maribando-se para as opiniões contrárias. E depois quando se lhes chama a atenção, os prepotentes, os ditadores, somos nós! Esta tem graça, lá isso tem!

  8. eyelash says:

    já andava com saudades do sr. magalhães.
    inicialmente ainda o levava a sério, agora só me dão vontade de rir os seus posts!
    mas cada um tem direito a pensar o que quiser e a exprimi-lo.
    para isso, outros, que não os amigos do sr. magalhães, lutaram e lutarão sempre!


  9. Caro Nightwish, desculpe a pergunta, mas, teve algum problema com o gravatar? É que o seu avatar é diferente e como eu desde hoje de manhã que não consigo comentar com o meu log in e e-mail habituais e tive que usar um avatar diferente…


  10. infelizmente as políticas ditas de “direita” – as únicas que são deferidas – tem lançado a nossa sociedade numa espiral de pobreza, egoísmo e cupidez cujas consequências reais ainda estão para se ver. Quanto à proposta do pcp verde é coerente com o que tem defendido, que o pleno emprego e a qualidade de vida não são compatíveis com horários de trabalho extensívos.

  11. Dora says:

    O conselho de ministros obriga-me a não trabalhar na véspera do dia de Natal.

    Está mal!

  12. Nightwish says:

    Isabel G,

    Pareceu-me que agora querem que se faça login para se confirmar a identidade em todos os blogues.
    Tudo bem, mas tava com pressa, por isso usei uma funcionalidade do google para usar um alias do email.

  13. Isabel G says:

    Obrigada, Nightwish! Realmente exigem agora um log in!

  14. Zuruspa says:

    E os madraços dos alemäes? Vejam lá bem o que foram inventar para trabalhar *menos* em tempos de crise!
    http://en.wikipedia.org/wiki/Kurzarbeit
    E o Governo PASME-SE ainda apoia coisas destas! Esta gente… calaceiros!


  15. c


  16. Desculpem o comentário #15. Foi só uma experiência!

  17. marai celeste ramos says:

    pois é
    que interessante eu ser tão burra que nem sequer fui capaz de pensar que retirando todos os feriados (que nem sei quantos são) em cada ano, ajudava a salvar o país de todas as desgraças e acabaria com os ladrões e os incompetentes – coitadinhos – vou sim senhor ajudar a que tenham os seus cartões de crédito sem limite de plafond e pagar-lhes aviagem de avião para andarem 2 vezes por semana daqui prá lá – já me comeram 2 subsídios e parece que ainda não chega – acabem mas é com o natal e a páscoa porque comemos muito e engordamos e dá problemas de obesidade mórbida e gata-se muito em SNS e ficamos lazões – digam-me quantos EUROS equivale de produção a esses dias de discórdia não produzida e comparemos com os gastos de mordomias dos que me andam a gozar e se calhar nem dá para lhes pagar água mineral nem a gasolina dos pópós de estado sem terem matrícula diferenciada – mas façai contas à EDT + estradas de portugal + gestores de gestores + a cambada de inuteis – eu dou o que ainda não roubaram até para dar que Escrever” aos aventar que nem sei quem são nem quero saber que acham que os feriados salvam a economia – e a eles, quem sabe que nasceram ontem e já sabem tanto e pensão tão profundamente e nem sei porque nem estão no GOVERNO


  18. “Panis et circenses”… E toda a gente entra no jogo…
    …, oh, infiel sacrificio da liberdade!


  19. Tomara que haja um terramoto…, com epicentro no WC da AR…, e ondas de choque ate ao parque de estacionamento…
    Sera que algum dos bloguistas / comentaristas, assiduos do “Aventar”, ja fez de “Ze Pereira” ? Ou talvez de “Cabecudo”…? Tambem nao…?
    Por acaso ninguem quer fazer reviver a FNAT ? Era so uma ideia…
    Este ano, fui ao carnaval, e desfilei mascarado de “Tanganho”…
    Haja paciencia…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.