Bandex – Na Suíça

As reformas em versão Suiça.

Comments

  1. Pedro Manuel Freitas says:

    Os Suíços são pobres, vivem num anexo.

  2. J.V. says:

    João José Cardoso, de certeza que concorda com esta medida de plafonamento das reformas? Tal como a tenho visto, é uma forma de obrigar os salários da classe média e alta a contribuirem para o sector privado, que agradece, enquanto o sector público fica a arder na sua sustentabilidade de curto e médio prazo. Com a agravante de os privados andarem a jogar ao casino com o dinheiro que era para acautelar uma velhice condigna dos contribuintes.

    Duas observações:
    1) O salário médio na Suíça é de 3000€ (http://www.worldsalaries.org/switzerland.shtml), em Portugal é de 800€, se a mesma medida fosse aplicada cá com a proporção de salário, então as reformas seria plafonadas por… 400€.
    2) Se uma pessoa descontou um valor proporcional ao seu vencimento, porque é que não pode receber uma reforma de acordo com o seu antigo salário? Quando se reformar tem também de mudar de estilo de vida? Não terá direito ao fundo para o qual contribuiu?

    Se dá algum crédito ao economista Eugénio Rosa, sugiro o seguinte link
    http://resistir.info/portugal/descapitalizacao_s_social.html

    Cumprimentos


  3. Ora estava mesmo à espera desta. Não, não concordo com plafonamentos / privatizações de reformas. Mas com tectos máximos, 100% de acordo. Desde que as contribuições para a Segurança Social sejam obrigatórias, é claro, digamos que as esmola gerida pela estado é muito mais saudável do que a caridadezinha.
    Será assim na Suiça?, não sei, sei o que escrevi, espero que os Bandex tenham feito o seu trabalho de casa. Se falharam uma vez nunca falharam nas anteriores, e tenho um enorme prazer em ser dos primeiros a publicá-los, mesmo que por vezes não concorde muito com a letra. A música é fixe.


  4. Para aproveitar a analogia escolar, acho que desta vez os Bandex não estudaram muito bem a lição.

    Mas são gente decente e já admitiram um ponto: a reforma do Carvalhas não devia constar no video. Ver comentários em http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=vqXDaT_Aem0

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.