É desta Igreja que eu gosto!

Januário Torgal Ferreira diz que “se a Igreja não deve fazer política partidária, deve estar ao serviço da política como um bem comum e abrir voz à cidadania e aos direitos humanos em épocas de crise”. O bispo das Forças Armadas acusou o Governo de ser “profundamente corrupto“.

É isto que eu espero da «minha» Igreja! Denunciar o que está mal. Apontar o dedo.

Não faz nada de mais, mas felicito o bispo da Forças Armadas por ter a coragem, vamos dizer, de comentar publicamente que o Governo não só é corrupto como é profundamente corrupto.

Era bom que «eles» tivessem medo da Igreja.  

Comments

  1. Miguel says:

    Minha amiga, dizer até eu digo. Giro e difícil é ter provas.

  2. Eduardo Silva says:

    “se a Igreja não deve fazer política partidária, …”
    E onde é que ele estava na vigência do governo anterior?
    Em situações, talvez bem piores, nunca vi este desespero.
    Está muito dorido, e disfarça mal!

  3. nightwishpt says:

    Medo da igreja, não, que esses tempos foram horríveis.
    Medo do povo. Muito medo do povo.


  4. É isso, medo do povo que teve no Bispo o seu porta-voz, e bem sonante por sinal!


  5. Eu não gostei da expressão «diabinhos negros». Negros, porquê? Hoje em dia, há que atentar a expressões destas. Em Portugal, parece que passou despercebido…
    Também não gostei que tivesse comparado «os anteriores» a «anjinhos». O Sócrates é mesmo um anjinho, incapaz da mínima falcatrua…
    De resto, gosto que a Igreja ponha o dedo na ferida. Aí, concordo. Devia ser essa a sua missão principal, em vez de impor dogmas obsoletos à sociedade.

  6. xico says:

    Não foi a Igreja que fez a denúncia. Foi um oficial das Forças Armadas. Para isso usou do privilégio de ser também bispo. Está errado, mesmo que tenha razão. Está vedado aos militares no activo a opinião política pública, a bem da democracia. E eu sou pela democracia. O Bispo deveria ter-se demitido das forças armadas para fazer as suas denúncias. Assim só parece que gosta de se pôr em bicos de pé. Se eu fosse ministro, e apesar de ser católico, dava-lhe com um processo disciplinar com todo o rigor do RDM. Não se pode defender a democracia e ficar satisfeito quando as suas regras são violadas.

    • Amadeu says:

      Então o coitado além de bispo é militar. Não pode abrir o bico. CALE-SE. CALE-SE já disse !! Não viole a democracia. ( se forem criançinhas, a hirarquia esconde …)


  7. até agora é o único na igreja que tem calhoes de aço

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.