Um país a papas

Ainda não estamos totalmente a «pão e água», mas para lá caminhamos…

Lê-se hoje no Público: ” Uma refeição que custa 23 cêntimos ganha outro significado quando o orçamento familiar está em derrapagem. Por isso, a Nestlé já sabia que as vendas da sua histórica marca Nestum iriam crescer com a crise. Contudo, o gigante alimentar não contava com uma subida tão expressiva (…) mais 7% no primeiro semestre em comparação com o mesmo período do ano passado. (…)Não são só as crianças entre os três e os 10 anos que estão a comer mais Nestum. Também os mais velhos, acima dos 60, substituem o jantar ou o almoço por um prato de papa que “custa menos do que um café e é nutricionalmente equilibrado.”

Nestum ao pequeno-almoço, Nestum ao almoço e Nestum ao jantar.

«- O que nos diz a isto sr. PM?»

«- Há sempre as variantes Nestum Figos, Nestum Mel, Nestum Flocos de Cereais, Nestum Maça Canela…».

Comments

  1. Nunca esquecer a embalagem…

  2. “Não sejam piegas. Acho que vou criar um imposto especial para os cereais,”
    Acho que é mais ou menos isto, que ele tem em mente se ler esta noticia.

  3. L. Rodrigues says:

    O verdadeiro almoço de campeões. A sério, os atletas olímpicos portugueses em Pequim, pelo menos, comiam grandes quantidades disto, rezam as crónicas.
    Por outro lado ao que sei é uma marca que a Nestlé apenas comercializa em países em desenvolvimento… Na Europa é basicamente desconhecida.

  4. nightwishpt says:

    Refeiçao completa… so se for de hidratos de carbono…

  5. Maquiavel says:

    Infelizmente acabaram com o Nestum Figos há uns 5 anos…
    parece que só cá em casa é que consumia… :'(

  6. palavrossavrvs says:

    Sempre tive um fraco por Nestum Arroz. Dá para passar bem o dia. E o próximo. E o próximo. E o próximo.

  7. Há situações na vida em que o humor minimiza o sofrimento mas inversamente há alturas eum que o humor é tão patético que OFENDE – os portugueses sempre escolheram rir com a desgraça alheia – Mas acho que o rido fora d’horas pertende mais aos idiotas – Ontem encontrei por acso uma vizinha tão “alquebrada” que perguntei minha querida posso ajudar ?’ não obrigada – mas o que teminsisti eu que nunca gaço perguntas a quem vejo sofrer – dise o que tinha e perguntei a idade – não lhe disse mas vi que parecia ter mais dez anos que que a idade que tem – hoje disseram que havia muitas dádivas para os que ficaram sem nada – Lá pensei eu, masi uma vez que a tal “socieddade civil” se condói e compadece e oferece quem sabe se mesmo tempo pouco – por este ANDAR um dia estes desgraçado e miserável governo tira e tira e corta já que sabe que “alguém anónimo” dará o que o governo tem obrigação de dar – e depois vejo, como vi ontem, um mentecapto de 18 anos e dizer que o governo não lhe paga a passe de transportes, nem propinas nem cantina nem o RAIO que o PARTA – se não pode estudar de borla pago pelo meu IRS que vá para a puta que o pareiu – vá para a “estiva” – vá varrer as porquíssimas ruas de Lisboa e regar as árvores que não são regadas há 3 anos – os DIREITOs dos que copiaram toda a vida e EXIGEM os direitos que não conquistaram – boa – a sociedade que edux«cou IDIOTAS e irresponsáveis como alguns “lindos” comentadores do aventar – era mais interessante ir à noite com os voluntários do Banco alimentar, distribuir SOPA QUENTE aos homeless que são cada vez mais ou então que emigre e vá para a austrália ou para o “rico canadá” É nas ocasioes difíceis que se vê melhor a qualidade humana de quem a tem e portugal degrada não apenas economicamente – degrada em todas as vertentes – mas estou a ver melhor a qualidade de “novas gerações” – as que emigram e já chup+aram o que ouderam a estudar de borla e piram-se para trabalhar com os pa+íses predadores do meu país – grande gente – grandes governantes fazem pobres as pobres gentes, é assim que se diz ?? nada pior que a miséria moral e espiritual – o que vale é que também são “minorias” esses que cantam de “galo”

  8. Perdão pelos meus enganos elo menos de ortografia – mas como habitualmente nem olho o que escrevo e envio – a distracção dói-me mas não tem cura – mas posso pedir desculpe no meu máximo

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.