A democracia tem custos, diz o Zorrinho

Carlos Zorrinho corresponde, no fundo, ao estereótipo da loura burra, casada com um velho rico que lhe põe, prodigamente, nas mãos um cartão de crédito, pedindo-lhe que, apesar de tudo, seja contida nos gastos. O que faz a loura burra? Compra um carro de cento e cinquenta mil euros, garantindo que poupou cinquenta mil, porque poderia ter comprado um outro que custava duzentos mil. Para a loura burra, andar de Clio está fora de questão: isso é coisa de pobre, viatura de sopeira pindérica.

Zorrinho não arranjou um velho rico, mas tem em Portugal um velhinho complacente que sustenta parasitas há mais de trinta anos. Por isso, pode fazer de conta que todos os cidadãos são, pelo menos, burros, mesmo que nem todos sejam louras. Zorrinho conta ao velhinho que somos todos que isto da democracia tem custos e que nós, o velhinho, temos de os pagar, se não em BMWs, pelo menos em AUDIs. Talvez Zorrinho seja tão inimputável como a loura burra e, por isso, esteja convencido de que a dignidade parlamentar se mede pela cilindrada de um automóvel.

Devo dizer, no entanto, que não discordo totalmente de Zorrinho: a democracia tem custos. Um dos mais elevados é o facto de termos, na Assembleia da República, deputados tão medíocres que serão sempre demasiado caros.

Comments

  1. Amadeu says:

    Na mouche !!

  2. Observador says:

    Isto não teria acontecido se o orçamento da AR já estivesse reduzido a metade. Não estariamos agora a perder tempo com uma facto que não teria existido. A AR tem é dinheiro a mais. Mas não é só aí que se devia cortar. Há tanto desperdicio a nivel superior e tanto tacho…

    • António M. C. Carvalho says:

      Partilho do mesmo sentimento. Até aceito o sacrifício de pagar (classe média baixa)… pelos erros e vigarices dos políticos que nos têm desgovernado, mas custa-me imenso que a esses mesmos políticos e afins não sejam cortados benefícios e regalias que não entram no IRS. Mas que fazer se até a redução do número de deputados, mais que justificável, é condenada pelos partidos de esquerda, só porque ficariam eventualmente prejudicados !


  3. Já não há pensamento razoável do lado de quem é apenas ditador e convencido e nem sabe que nada sabe – mas também já pouco se ensina e aprende e basta ver os resultados saídos hoje do 9º ano – custa-me acreditar que só os meninos sejam culpados – quem nada tem para ensinar e estimular o gosto pelo apender e saber que emigre e não ocupe o espaço de quem sabe ensinar e formar e é a sua vida – se a degradação vem de cima os meninos nada têm para quererem subir e saber como fazê-lo – e se os prof só culpam o ministério também não sei que diga porque têm de encontrar desculpa para o seu insucesso – as pessoas fazem as estruturas – são vitimas ?? e eu não fui e não continuo a ser ?? – não sei que diga – tanto tão mal é demias e tanta vítima “superior” é demasiado demais


  4. Perdoai-me, senhores: prefiro a loiraça desnuda ao Zorrinho ou qualquer outro benemérito do Estado português!

    Perdoai-me!…

  5. Konigvs says:

    Não vai faltar muito para que um dia destes seja notícia com grande destaque que os deputados de um qualquer grupo parlamentar estão a gastar milhares de euros em papel higiénico, porque usam folha dupla quando poderiam poupar imenso limpando o cu a papel de jornal ou então aos dedos.

  6. alan says:

    Concordo, mas devemos passar à acção, mas por saberem como é o povo portugues é que falam desta maneira.
    Temos que mostrar-lhes que não somos pacificos,nem cigarras.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.