Passos não quer ser cozido em lume brando

Sugiro que alguém aumente aí a temperatura.

Comments

  1. MAGRIÇO says:

    É próprio de gente de carácter duvidoso alijar as suas responsabilidades acusando outros. Se Passos Coelho queria governar como déspota não deveria ter aceite qualquer coligação. Ao fazê-lo, tem obrigatoriamente de ouvir os parceiros e considerar as suas opiniões, bem assim como as da oposição. Se houver rotura na coligação e a consequente crise política, o principal culpado será ele, e não adiantam malabarismos e golpes de rins para se vitimizar. Aliás, ele é culpado desde que se candidatou a um cargo para que, obviamente, não tem qualificações.


  2. Qual coligaçao qual carapuça – Fritem o Passos – “tacho” já há

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.