Homem mau

Lembro-me de ter ido pela 1ª vez a um comício por alturas da campanha de Mário Soares em 1986, contra o Freitas do Amaral. Quando tudo era bem mais simples, perguntei porque é que ia a um comício do Soares e não ia a um do Freitas. A resposta foi de uma limpeza cristalina:

– Soares é o bom! Freitas é o mau.

Mesmo quando tento explicar a crise a quem vê o mundo nessa simplicidade, tenho dificuldade em explicar algumas coisas. É verdade que, na situação presente, é fácil identificar os maus!

A complexidade do dia de hoje é o de procurar um significado para a sigla BPI.

Sim, claro que é complicado e não estou a misturar a árvore com a floresta- quando fala Cavaco eu não estou a ouvir o sr. Silva. É o Presidente que fala.

E quando ouço Vítor Gaspar é o Primeiro-Ministro que estou a ouvir- não é o familiar do Louça.

Logo, quando fala o tipo, é o BPI que eu estou a ouvir.

Felizmente não sou, nunca fui e, por este andar, nunca serei, cliente do BPI!

(Se és, deverias, desde já, deixar de o ser!)

Este tipo de gente abriu a porta aos trocadilhos do Allgarve para Poortugal. Este tipo de gente lucra com a crise e vive, com muito lucro, à custa da miséria do país. São eles os verdadeiros homens maus! São eles, os que roubam!

Confesso também que não tenho vontade nenhuma de partir montras. Quer dizer, não é pela tarefa. Essa teria piada. Só que está frio e tenho medo de me constipar.

Prefiro ficar aqui, no quentinho (cantinho?) da blogosfera a pensar em trocadilhos à volta das letras  B – P – I.

Aceitam-se sugestões. A sério!

Só me ocorrem palavrões, nomeadamente com a letra (P), mas confesso que só fará sentido usar essa palavra como referência à ascendência materna dos ditos e sempre a pensar no aborto com efeitos retroactivos.

Comments

  1. Pedro Marques says:

    Quanto a Soares, podes ter a certeza que não é dos bons.

    • Maria Silva says:

      Na altura era o mal menor. O Freitas era um fantasma da ditadura. Lembro-me bem, também, de ouvir o meu pai dizer que nunca na vida pensou ter de votar Soares mas era o mal menor. Aliás, o asco a Soares mantém-se e o receio do regresso ao fascismo também.

      • Pedro Marques says:

        O Márocas é mesmo fascista. Ele no poder sempre mostrou que não se interessava pelo povo, mas sim pelas suas mordomias e pelos seus amigos.

  2. Margarida Alegria says:

    Banco de um Parvo Insensível…
    No início da “Crise”, este banco´era um dos que, a par do BCP, mais estava “em baixo, por se ter metido em activos tóxicos gregos etc…
    Agora, após os milhões do suposto resgate para os portugueses que acabaram nos seus cofres, são precisamente daqueles que mais sobem nas bolsas… ou tenho percebido mal as notícias? Agora cantam de galo. Não sei por que esperam os generosos salvadores por lhes fechar a torneira.
    Em vez de terem vergonha na cara, consideram que a crise na Grécia se limita a umas montras partidas! E os doentes sem apoio, “entregues aos bichos”? e os que suicidaram? os desempregados e famintos? Os milhões de pessoas sem casa, arruinadas , sem esperança?
    Apetece mesmo multiplicar os palavrões! Que gente esta como este %#/&! Que bostas viscosas de aspecto humano!

  3. Nightwish says:

    No dia em que partirem a cara, ou pior, a um destes fdp, abro uma garrafa de champanhe.


  4. Champanhe ?? acho que não pois que para mim me saberia mal e nunca esqueceria – beber champanhe em data festiva, sim – ver um senhor como este, e haveria tantos, na prisão (que não sucederá) não seria festivo mas, apenas, haver alguma justiça – E quando se faz justiça a alguém (quando faz) ninguém fica feliz e a rir – quando muito fica aliviado de tanta dor – Gostava que as oris~ºoes em Portugal fosse usadas para encher de criminosos alguns dos quais o serão porque, como este, foram roubados de tudo de poder viver e não se aguentaram – o crime aumentou em Portugal – porque será ?? só porque se é criminoso ?? ontem um menino de 30 anos da minha rua atirou-se da janela e não ficou “bem” – a razão foi não ter onde e como trabalhar para ele e família e não é ele o culpado – mas alguém é – há pessoas que levam outras ao desespero mais inesperado – a Grécia deu bem esse exemplo de quem não podia sequer estar vivo com tanyta dor – por causa dos Ulrich do seu país e do mundo

  5. jorge fliscorno says:

    Só um reparo: Allgarve foi invenção do Manuel Pinho, o homem do BES nos anteriores governos PS.


  6. TVi24H-Arafat não morreu nem de sida nem cirrose nem cancro – pensa-se que foi morto – depois de 9 anos ainda não sabem nem foi feita autópsia – a Suisa – Genebra – estuda ainda o ADN no Instituto de radiofísica – encontraram polónio – com que igualmente foi morto em Londres o espião russo Timotchenko-na TRPInformação ~começa a haver dramas – parecem a cópia do pior do que e passa aqui até na justiça – meu querido Cabo Verde

  7. Maria Silva says:

    Mas o homem não se cala? Eu gostava de saber o porquê de tanto tempo de antena. Não bastam já os disparates da Assembleia da República? Isto é para nos vencer pelo cansaço, só pode.

  8. Nacionalista says:

    O problema é esse: vocês estão todos à espera que “alguém” vos resolva os problemas. E entretanto o que fazem? N-A-D-A

  9. Carlos Borges says:

    Eu não sou cliente do BPI nem nunca vou ser, como também não sou cliente do BES e BCP. Os bancos também são responsáveis por este caos que infecta o nosso mundo. São os autênticos assassinos financeiros. Este Fernando Ulrich não sabe o que é vida, não sabe o que é ganhar 500 ou 600 euros tal como os outros banqueiros e políticos.

  10. lNascimento says:

    Não há nada como uma ameixa verde debaixo dos sapatinhos….

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.