“Sou portista desde pequenino”

Ele, claro.

Comments


  1. Quando ainda não saíra da aldeia onde aterrei, bebé,, fui do Meixomil. Quando saí da freguesia e me aventurei até à sede do concelho, comecei a ser do Paços de Ferreira, do Vasco da Gama, aliás, que era assim que se chamava, equipando à Porto. Depois, fui estudar para Braga, via os jogos no Monte dos Arcebispos e quase fui do Braga, até que um dia vi um grande senhor, em fim de carreira, fazer um jogo do outro mundo, como eu nunca tinha visto, e marcar dois golos a esse Braga, no 1.º de Maio (28 de Maio, por esses tempos).
    Chamava-se Hernâni e, para os mais novos, foi um dos maiores jogadores que vestiu a camisola do FC do Porto, aquele, o único, que conseguiu impor-se a Yustrich.
    Desde aí, sou indefectível portista.
    Não custa por isso admitir que João Moutinho, depois de ter saído de Alvalade e ter conhecido um verdadeiro clube de futebol, onde lhe deu tanto gozo vencer, se tenha tornado adepto e queira seguir a carreira com um olho no que ficou na sua história de vencedor.
    Só o enobrece.
    Mas, da mesma forma que eu continuo a gostar do Meixomil, do Paços de Ferreira e do Braga, também ele nunca esquecerá que foi do Sporting. Afectos!

  2. Ricardo Ferreira Pinto says:

    O João Moutinho nunca disse que era portista desde pequenino. Aliás, nunca escondeu que era do Sporting. Mas se depois de sair do Sporting como saiu e depois de 3 anos fantásticos que passou no Porto, passar-se-ia algo de muito estranho com ele se agora dissesse que a partir de agora vai torcer pelo Sporting. Aprendeu a gostar de um clube do qual provavelmente nem sequer gostava. É a coisa mais natural do mundo.

  3. antonio oliveira says:

    Comentário faccioso que só mostra a dôr de corno que vai por aí. O Moutinho apostou no clube certo ma hora certa. O resto são tretas.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.