Apesar de Trump, ainda há quem queira pôr o seu dinheiro neste país comandado por bloquistas e comunistas

untitled

O título do Expresso, para quem se dedica exclusivamente à leitura de títulos, poderá levar o leitor a pensar que o leilão de dívida de ontem, no qual Portugal colocou 700 milhões de euros em Obrigações do Tesouro, terá corrido mal. Nem por isso. A procura superou a oferta e a taxa paga pelo governo português foi inferior às yields do mercado secundário. Pelos vistos, ainda existem uns quantos maluquinhos dispostos a meter o seu dinheiro neste país comandado por bloquistas e comunistas. E a oferta, pasmem-se, não chega para satisfazer a procura. Só pode estar tudo doido.

Ainda assim, os juros pagos por Portugal foram superiores aos obtidos na emissão anterior e isso, como é obvio, não é uma boa notícia. Segundo o Expresso, trata-se de uma tendência global, agravada pelo efeito Trump. Agradeçamos, pois, à cavalgada da extrema-direita norte-americana, a tal que Passos Coelho até nem acha particularmente má, e aos habituais malabarismos dos terroristas financeiros. Não admira que se vivam dias de euforia em Wall Street.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A direita está sorrateiramente à espera que Trump e o Tea Party façam por eles aquilo que Merkel, Schäuble e o Eurogrupo não teve coragem de fazer. Colocar o Tuguinha novamente de cóqueras, até ele clamar pela PAF por excesso de dores.

  2. António Correia says:

    Ó Mendes, Portugal não colocou nada, deixa a narrativa, Portugal endividou-se em mais 700 milhões de euros. Enquanto houver dinheiro dos outros vais continuar a bater palmas.

  3. anti-pafioso diabrete . says:

    os caranguejolas sempre a baixar as calças aos terroristas das finanças .

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.