Lettres de Paris #9

‘Miraaaa mi amor la torre es tan chulaaaaa!!’

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não há melhor maneira de ver Paris que de barco. Sempre que venho cá, ando de barco no Sena e de todas as vezes é mesmo, sem exagero, como se fosse a primeira. Sempre a mesma maravilha. Paris a partir da água fica ainda mais bonita. E hoje está um dia glorioso, um céu azul quase sem nuvens e um sol intenso que desenha sombras ao longo das paredes de todos os cais do Sena.
De maneira que desta vez, não sendo turista, fui ser turista e apanhei o BateauBus no Quai de Montebello. Allez hop. A bordo. Passei a tarde inteira no barco, saí aqui e ali, demorei-me mais (e arrependi-me) na Torre Eiffel, a que não subi desta vez. Estavam multidões à volta dela e sinceramente, preferi observá-la de baixo para cima, nos Champs de Mars e no Quai Branly, nos primeiros admirando também os patos, completamente indiferentes aos turistas. A caminho – cruzando todas as pontes sobre o Sena, tão bonitas, tão encadeadas umas nas outras – uma menina dizia para a sua avó, ‘mais la tour, elle est minuscule!!’. Vista dali era, de facto minúscula. Mas a criança, e todos no barco, à medida que nos aproximávamos da torre, foi ficando silenciosa, entre o maravilhado e o espantado. O rendilhado da enorme torre impõe a maravilha, o espanto e até muito respeito por quem foi capaz de idealizar e de construir uma torre ‘minuscule’ como esta.

[Read more…]

A “Europa” está podre

França fez “acordo secreto” com Comissão da UE para não cumprir metas do défice.

Ópio

vlcsnap-66119

No século XIX, os Ingleses recorreram a uma arma terrível para consolidarem o seu poder e a sua hegemonia comercial na Ásia: a droga.

A China faz há milénios uso das plantas pelas suas características medicinais e são inúmeros os tratados sobre a Fitoterapia, o principal dos quais, o Shen Nong Ben Cao Jing (Clássico de Agricultura e Materia Medica) foi compilado durante o período da Dinastia Han do Este (25 d.C.-220 d.C.). Os autores desses tratados fazem normalmente a inventariação das plantas, atribuindo-lhes nome, modos de preparação, propriedades curativas e abordam também as suas contra-indicações, os modos de conservação e substituições possíveis.
O Ópio é conhecido na China desde a época da Dinastia Tang (618-907) e é usado, principalmente, para fins medicinais. É efectuada a sua extracção do bulbo da Papoila, onde se encontra o sumo da planta contendo numerosos alcalóides.

[Read more…]

Os tocadores dos tambores do empreendedorismo

Santana Castilho

Pelo Expresso de 22 de Outubro, fiquei a saber que está criada uma “fábrica de líderes” (sic) em Cascais. A matéria-prima para a fabricação são 10 mil alunos de 50 escolas de Cascais. Diz a notícia que se trata do “maior programa municipal de empreendedorismo nas escolas” e afirma o obreiro mor, vereador Nuno Piteira Lopes, que quer “despertar o espírito empreendedor dos mais novos, dando-lhes ferramentas para encararem a criação de negócio próprio”. A iniciativa é da DNA Cascais, dita pelos costumes como associação sem fins lucrativos, mas verificada, de facto, como uma emanação da Câmara Municipal de Cascais. Com efeito, os associados fundadores são empresas municipais e a própria câmara e os órgãos sociais confundem-se, ora com políticos do PSD, ora com elementos da autarquia. Tudo em casa, pois, com a municipalização da Educação a passar de fininho, sob a égide da geringonça.

Softkills” (é talvez um acto falhado, mas é assim que está escrito no texto que cito) e “coaching”, são dois instrumentos pedagógicos com que o despertador de espíritos, Piteira Lopes, conta para catequisar 10 mil indígenas. O presidente da Câmara Municipal de Óbidos, o primeiro que se chegou à frente logo que a municipalização deu os primeiros passos, aquele que anunciou filosofia para os alunos do 1º ciclo do básico, yoga para os do jardim-de-infância e golf e eco design para os do secundário, não está mais só em matéria de arrojo. Já só faltam 306 contributos das restantes câmaras do país, no prometedor caminho da municipalização da Educação, para termos o curriculum nacional transformado numa empreendedora nave de loucos. [Read more…]

Boys produzem sempre resultados…

A tomada de assalto da CGD, através da nomeação de comissários políticos pelo ogre que levou Portugal à falência, continua a produzir resultados. Que sirva de aviso sempre que um governante tomar uma decisão política, intrometendo-se na vida das empresas, cedo ou tarde chegará a factura, infelizmente sempre paga pelos suspeitos do costume…

Quem quer tramar Tiago Brandão Rodrigues?

tbr

Ao mexer com os poderosos e multimilionários interesses do ensino privado, Tiago Brandão Rodrigues colocou a cabeça a prémio e, desde então, vem sendo alvo de uma verdadeira perseguição por parte da oposição, onde abundam beneficiários dos milhões que são anualmente transferidos para os colégios privados, e de parte da imprensa nacional, onde patrocinadores e alguns cronistas têm também estreitos laços com o sector, algo que ficou provado com alguns casos de manipulação da opinião pública, na qual Público, TSF e Visão participaram alegremente, isto apesar do caso mais grave, na minha opinião, ter sido aquele em que a RTP anunciou a dimensão de uma manifestação a favor das posições dos colégios privados, mesmo antes da mesma ter acontecido[Read more…]

Autarkēs

epicuro

Reina alguma confusão – e desinformação – nos argumentos aduzidos em defesa da lei que pretende eximir os autarcas de responsabilidades financeiras reintegratórias que hoje lhes cabem e que deixarão de caber, no caso de serem possuidores de um parecer favorável à decisão ou omissão que tenha suscitado a responsabilidade, parecer esse que é produzido, como se sabe, por serviços técnico-jurídicos sob dependência hierárquica do próprio autarca.

Um dos argumentos usados em defesa da nova lei, refere a necessidade de equiparar os autarcas aos restantes titulares de cargos políticos, designadamente aos membros do Governo.

[Read more…]