Francisco Seixas da Costa é um javardo


Francisco Seixas da Costa até nem parecia ser um mau embaixador. Mas é – sejamos claros! – um javardo. Deixemo-nos de eufemismos. E os políticos que se revêem no seu estilo são isso mesmo – uns javardos.
Para além de javardo, é cobarde. Atira a pedra e esconde a mão. Não gostou que lhe respondessem à letra no Twitter, vai daí fez-se de calimero (como se os primeiros insultos não tivessem partido dele) e a seguir bloqueou a sua conta.
Para além de javardo, não sabe escrever. Revêem-se escreve-se com dois e. Com um e, fica revêm-se – se não sabe o que significa, pergunte ao seu colega Jorge Ritto.
Quando penso em Francisco Seixas da Costa, penso num dos coveiros da Linha do Tua. A mando de Sócrates e de Mexia, prestou junto do ICOMOS um trabalho essencial para a construção da barragem e para a destruição de uma das mais belas linhas férreas do mundo. Espero que tenha sido recompensado em conformidade.
Entretanto, muito atento ao fenómeno futebolístico, ficamos a saber por si que os adeptos do FC Porto são javardos e que todos os sportinguistas apoiantes de Bruno de Carvalho também o são. De fora da sanha javarda de Francisco Seixas da Costa fica Luís Filipe Vieira. Pelos vistos, o discurso por ele proferido na Assembleia Geral do Benfica há pouco tempo – «Não comprámos o filho da puta de um resultado», «Jorge Mendes não tem um caralho de um jogador, caralho» ou «Isso é merda» – não é suficiente para ser apelidado de javardo.
Pois é, senhor embaixador, o respeitinho é muito bonito.

Seixas da Costa retractou-se

disto [imagem tirada daqui]: no futuro do presente composto, como é da praxe, e com o cê bem subjacente, apesar de tudo (e revêem em AO90 é reveem, mas, pronto, acontece).

Embaixador Seixas da Costa insulta treinador e adeptos do FC Porto

 

Imagem: internet

O embaixador Francisco Seixas da Costa terá usado as redes sociais para insultar os adeptos e o actual treinador do Futebol Clube de Porto, assim como os simpatizantes do ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, apelidando-os de “javardos”. É desagradável e parece até inapropriado, mais ainda vindo de alguém da carreira diplomática. E mesmo levando em linha de conta que a última vez que se ouviu falar em Portugal de um embaixador foi a propósito de algo bem pior que uma javardice, como bem estarão lembrados os ex-alunos da Casa Pia.

Aqui estamos

Isabela

Aqui cheguei um dia ao Aventar por acaso ( ou não ) e o certo é que por aqui fiquei convosco, com visita ”obrigatória” diariamente no meu recanto de intervenção muito limitada/condicionada e pessoal, mas firmada em princípios, alguns agora apelidados de conservadores, segundo a minha circunstância familiar, …eu que, desinformada e um tanto ingénua por educação “castradora”, marcada igualmente pela utopia dos saudosos anos sessenta, comecei a tomar consciência da complexidade do mundo só tardiamente lendo por ex. Roger Garaudy  e posteriormente em convívios  a outros níveis que não só familiar e restrito, atrevendo-me agora a comentários de acordo sobretudo com essa minha sensibilidade e vontade de acreditar ainda que é possível mantermos a esperança e teimosia simbólica de querer “ouvir as pedras a cantar ” (conforme poeta grande nosso e quase esquecido, José Gomes Ferreira) .

Apesar das pragas trazidas pelos vendavais, a capacidade de ter consciência do mundo que nos rodeia, socialmente interveniente e defensora das minhas opiniões mesmo que nem sempre escutadas ou pelo menos consideradas, ousando até agora contra essa coisa esquisita do política/socialmente correcto. [Read more…]

Mudança horária

Por norma não aprecio que a UE dite regras sobre a forma como Portugal decide viver. Mas lá diz o ditado, não há regra sem excepção e neste caso da mudança horária, não percebo a teimosia do governo e mais algumas pessoas em Portugal, quer-me parecer que se está a partir de errada premissa.
Muitos se lembram que no início dos anos 90, o governo de Cavaco Silva decidiu alinhar a hora com as capitais europeias, resultando a decisão no amanhecer perto das 09h00 durante os meses de Inverno. Mas o facto é que a hora de Verão na qual entramos hoje, está mais afastada da hora solar, logo da realidade, o que provoca nos meses de Verão que anoiteça perto das 22h00. [Read more…]

A Terra é Uma. Uma Terra. (4)

Nova Deli, Índia.