Campeonato Nacional de Voleibol Feminino

A tribo do Volei é uma tribo especial!

Há duas marcas que distinguem o ambiente do Voleibol daquele que eu conhecia melhor, o do futebol: a relação entre adversários, seja ao nível das atletas, das equipas técnicas, seja ao nível dos adeptos. Até a cumplicidade entre os atletas e as equipas de arbitragem é diferente.

E a segunda marca é o fair play, a capacidade de apreciar o jogo pelo jogo, a cumplicidade com o jogo no que ele tem de mais verdadeiro.

Fiquei fã e por isso tenho seguido com atenção os últimos campeonatos nacionais de voleibol feminino.

Em Portugal, a I divisão tem 10 equipas: o Sporting Clube de Braga, o Castêlo da Maia e o Gueifães, ambas da Maia, o Belenenses e a Lusófona de Lisboa, o Ginásio de Santo Tirso, o Leixões de Matosinhos, dos Açores, o Ribeirense (bi-campeão nacional) e da Madeira duas equipas: o Câmara de Lobos e o Madeira. [Read more…]

O estado da arte em Portugal

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/h9zsaozB7IZdr3YgFrkG/mov/1&color=0x4e00ff&frame=ROUND

Varela, Hulk, Calcanhar, James. Chapéu. Golo.

Jesus agride um jogador do Nacional

Desta vez foi antes do túnel. Desta vez as televisões filmaram. Desta vez não há Ricardo Costa, embora haja outra vez Rui Costa.

Jorge Jesus não tem personalidade para treinar uma equipa de futebol do 1º escalão.  Porque esta agressão é antes de mais uma agressão ao Benfica, que por muito que me custe admiti-lo está muitos furos acima de personagens deste calibre. Ser treinador de uma equipa de futebol não é só saber de tácticas, é também saber estar numa indústria de entretenimento. Seguir o exemplo de Scolari não foi exactamente uma ideia brilhante. Esperemos pelas consequências.

A Culpa é Minha, Devo Estar a Ver Muito Mal a Coisa

.
OS ALUNOS DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO REALIZAM DIA DE “LUTA NACIONAL”
.

Devo começar por dizer que nada me move contra a juventude Portuguesa, e muito menos contra os estudantes em geral, e então se forem dos mais novos, tenho por eles um carinho muito especial, uma vez que dos meus filhos, um ainda está no ensino básico e outro acabou de sair do secundário. Tenho ainda dois sobrinhos no ensino secundário. Devo ainda acrescentar que entendo que todas as pessoas têm o direito a manifestarem as suas opiniões e o seu descontentamento.

Nesta primeira quinta-feira de Fevereiro, os putos de seis, sete, dez, doze, dezasseis anos etc., que frequentam as escolas básicas e secundárias de Portugal, estão em luta.

Cheios da sua (deles) razão, os miúdos e miúdas querem um estatuto de aluno “inclusivo”, seja lá o que isso quer dizer, e querem mais investimento nos estabelecimentos de ensino. Têm nesses pontos a minha total solidariedade. Se se não reivindica, o governo que nos tem desgovernado, e os que o antecederam em nada foram diferentes, nada fazem, assumindo que tudo está bem e de perfeita saúde.

Mas não se ficam por aqui, embora o devessem, pois que já seria bastante para poderem protestar e estar em luta. Os meninos e as meninas das escolas do ensino básico e do ensino secundário querem também o fim dos exames nacionais, e já agora também o desaparecimento da figura dos directores, exigindo ainda a “efectiva aplicação da educação sexual nas escolas”. Aqui, já não entendo a posição destes jovens. Fim da avaliação nacional porquê? Fim da figura da autoridade porquê? Efectiva aplicação da educação sexual nas escolas porquê? Sem avaliação e sem autoridade não se vai a lado algum, e quase não há professor algum capacitado verdadeiramente para ministrar educação sexual, pelo que a sua implementação é o que se vê e seria um total e completo desastre.

Não são pecos a pedir, nem tão pouco a reivindicar ou a exigir. Os putos pensam que sabem bem o que querem, tendo nascido já com todas estas capacidades de luta. A juventude é assim, eu sei, mas esta, só se mostra desta forma por falta de orientação, sempre necessária na formação de qualquer jovem. E os pais e encarregados de educação, de uma maneira geral, deixaram já há bastantes anos de orientar ou de o querer fazer (dá realmente muito trabalho e cerceia a liberdade de cada um), desligando-se da boa formação dos seus educandos.

E já agora, com um pouco de sarcasmo, não poderiam também, na delegação nacional de associações que promove esta luta, incluir os alunos dos infantários?

E se a gente lhes ralhasse? E umas puxadelas de orelhas, e umas sapatadas no rabo, não?

Ai se o ridículo matasse, ou aleijasse, ou se pelo menos se notasse à primeira vista!

Realmente eu devo estar a ver muito mal a coisa.

FUTAventar – um Leão com juba

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/9ZorqAdF2SEvwRZ52AcR/mov/1
Este Sporting está muito melhor, os jogadores estão soltos, alegres, parece que gostam de jogar à bola. Será que é porque lhes é dada liberdade dentro de uma determinada organização, ao invés do que acontecia até aqui?

Saiu o Polga, entrou o Tonel, melhorou a defesa; entrou o Adrien, melhorou a velocidade e as transições; O Saleiro é um ponta de lança que completa muito bem o Liedson; e o João Pereira dinamita todo o corredor direito; o Miguel Veloso, saído da frente da defesa, tem mais espaço e oportunidades de rematar á baliza.

Mudar faz bem, principalmente quando não somos felizes!

FMI – a falta de liderança em Portugal

O relatório do FMI para além de arrasar a visão ídilica do governo, e de propor uma série de medidas que pouco ou nada têm a ver com a política do governo, termina com uma recomendação "letal". Portugal precisa de liderança!

 

O que devemos entender aqui por liderança? Que Sócrates não é um líder ?

 

Na minha opinião Sócrates não é um líder, é um guerrilheiro, isso sim, mas líder nem pouco mais ou menos. Mas no que ao FMI diz respeito, julgo que o que está subentendido é não haver uma "ideia" para o país.

 

Portugal, após o grande desígnio nacional de se juntar à UE, quer ser o quê enquanto país?

O país injusto e pobre que é, após os muitos milhões que vieram da UE ? Viver do turismo, dos campos de golf, das autoestradas e das pontes?

 

Qual é a política para o mar, sendo nós o país que maior área  tem de água salgada sob sua supervisão? Retomamos as pescas, desenvolvemos a piscicultura, melhoramos os estaleiros, colocamos o país no mapa mundial no que aos portos diz respeito ?

 

Na agricultura, somos capazes de desenvolver "fileiras" no azeite, no vinho, na fruticultura, na floricultura, encontrar novas aplicações para a cortiça ?

 

Nas energias renováveis, em vez de uma empresa pública andar a investir milhões nos USA, somos capazes de aproveitar as milhares de horas de Sol que mais ninguem tem na UE, as magníficas condições de vento em off-shore e territoriais, apoiar engenheiros e cientistas que se dedicam com mérito ao desenvolvimento de novas aplicações?

 

Apoiar os investigadores na área da saúde e de novas tecnologias, juntar-lhe  empresas capazes de colocar no mercado os novos conceitos e transformá-los em negócios exportáveis? Ou vamos continuar a deixar morrer grandes descobertas, como aconteceu com a dos novos transistores feitos a partir da celulose, e que uma empresa Brasileira está a desenvolver industrialmente por ninguem se ter interessado, neste país de betão?

 

Construir autoestradas, pontes, e aeroportos é uma ter uma "ideia" para o país? Andar de braço dado com a Banca, as grandes empresas públicas e os grandes grupos económicos, que são "absorsores" de  riqueza, é ter uma "ideia" para o país?

 

O FMI diz que não!

Nacional, Goleado

BENFICA EM GRANDE, VENCE POR 6-1

.

.

Com um ataque demolidor durante as oito jornadas da Liga (trinta golos marcados e cinco sofridos), e não só (quarenta e oito golos em treze jogos oficiais), esta equipa não deixa ninguém descansado, mesmo se ajudada com penaltis inexistentes.

O Nacional nada conseguiu fazer perante a equipa encarnada. Apesar de ter marcado um golo, o Nacional quase não se aproximou da baliza contrária.

Infelizmente Jesus parece não saber ganhar, ao mostrar quatro dedos ao treinador do Nacional, nos festejos do 4-1. Ficou-lhe muito mal.

Entretanto a equipa da casa joga ininterruptamente como se estivesse a perder. É um caso raro, esta equipa. A ver vamos na próxima semana, aquando do jogo com o Braga, já que são os dois, primeiros classificados da Liga.

O Nacional vê dois dos seus jogadores expulsos, sendo que o de João Aurélio foi directo.

 

Monsanto Perde Em Casa – Braga Ganha Em Qualquer Lado – Nacional Vence

.

HOUVE TAÇA EM MONSANTO (TORRES NOVAS)

.

.

.

O Monsanto não conseguiu levar de vencida a equipa da primeira liga que lhe coube em sorteio nesta ronda da Taça de Portugal.

A meio da segunda parte, a equipa do Monsanto já nada podia fazer. O cansaço já era mais que evidente na altura em que Mantorras (o menino mais bem querido da equipa encarnada) entrou em campo, e acentuou-se nos últimos 10 minutos do jogo.

Depois, nada a fazer, derrota por 6 bolas a zero. Derrota demasiadamente pesada.

 

BRAGA VENCE EM QUALQUER LADO

 

Braga só sabe ganhar. Ganha seja onde for e seja a quem for. No entanto, o Covilhã mereceria ter ido a prolongamento.

 

.

NACIONAL GANHOU AO VARZIM

 

 

O Nacional honrou os pergaminhos e veio ganhar a Varzim. Na segunda parte tudo se resolveu em poucos minutos.

 

A Taça de Portugal é assim.

.

.