A Queima das Fitas

A Queima das Fitas do Porto 2009 já está a caminho.
Um evento ainda olhado de soslaio por muitos, desconhecido de alguns e uma aflição daquelas para muitas mães e pais. Foi, sobretudo, na década de 90 que a Queima das Fitas do Porto se impôs como uma das mais importantes festas populares do país. Lembro-me de em 1998 comentar com vários amigos que foi preciso ter a Expo 98 para se ver, em Portugal, um evento superior em número de entradas diárias numa só semana. Talvez muitos não saibam mas já em 1998 o pior dia das Noites da Queima conseguia, mesmo assim, meter no Queimódromo qualquer coisa como 50 mil almas. Nos últimos anos assiste-se a uma invasão pacífica de galegos atraídos por esta verdadeira Festa.
Como todos os que por lá passaram, também eu tenho inúmeras histórias da Queima. Não guardo com saudade esses dias. Adorei enquanto por lá andei, diverti-me como toda a gente mas foi uma época que já lá vai e sempre tive, pelo menos até hoje, a mentalidade de não suspirar pelo passado, apenas ansiar pelo futuro. Foi bom enquanto durou.
Uma coisa posso garantir, não há festa como esta. Por isso, caros estudantes, divirtam-se e façam o favor de ser felizes. (também AQUI)

Comments

  1. Ricardo Almeida says:

    Queima das Fitas? Já ouvi falar…Não é a maior festa de estudantes do país? Maior mesmo que a de Coimbra?Eu conheci o Presidente de uma Associação de Estudantes (Universidade Moderna) privada em 1998… Ano esse em que ele só trabalhava em prol dos estudantes :)… por isso… divertia-se pouco na Queima… claro… para uns se divertirem… alguém tem que trabalhar… Ora aqui está uma analogia que se pode fazer com o país… Mas com uma diferença… Na Queima a razão deve andar de 1 para 100… no país deve ser mesmo 1 para 1… a ser simpático…

  2. Luis Moreira says:

    Bela jornada, a queima das fitas.Só é pena que o pessoal não goze nada por às 10 horas da noite já estar tudo bêbado. Nunca achei que estar com os copos dê aproveitamento…

  3. Luis Moreira says:

    Fernando, O Sinaleiro da Areosa” é bem interessante.


  4. Caro Luis Moreira, obrigado.Caro Luis Moreira, é verdade, é verdade o excesso de álcool.Caro Ricardo, e eu conheci um Presidente da Federação Académica do Porto que organizou a melhor Queima das Fitas do Porto de sempre e que foi um dos melhores Presidentes de sempre! E o que ele trabalhou!!!É bom ver-te por aqui e prevejo que te vamos ver mais vezes, eheheheh.


  5. A festa até podia ser bonita, pá. Não fossem os arreliadores excessos e um generoso grupo de pessoas que pensa que o mundo vai acabar em poucos minutos e é melhor partir a tresandar a álcool. Bebem, apenas por beber e porque os outros também bebem, e temos de beber para não sermos tótos. E como a parvoíce é geral, ninguém parece notar.

  6. Ricardo Santos Pinto says:

    Conheceste o Luís Miguel Braga, da Fac. de Letras?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.