Durão Barroso e as Presidenciais de 2016

Agora que sabemos que Durão Barroso vai cumprir um segundo mandato na Presidência da Comissão Europeia, temos as informações todas de que necessitávamos. Não há dúvidas de que vai ser ele o candidato da Direita nas eleições Presidenciais portuguesas de 2016.
Senão reparemos: cumpre este segundo mandato até 2014 e, nessa altura, a União Europeia será completamente diferente do que é hoje. Não continua, até porque dez anos é muito tempo. Decide regressar a Portugal, dizendo que quer ter mais tempo para a família e para tudo o que não conseguiu fazer em todos os anos anteriores. Dois anos a descansar e a preparar a candidatura a Presidente da República. Em nome de um qualquer desígnio nacional que o fez regressar. Por Portugal, como não poderia deixar de ser.
Há um ano atrás, diria que Durão Barroso já tinha concorrente e que ele se chamava José Sócrates. Diria que a segunda maioria absoluta estava no papo. Governaria até 2013 e então descansaria, preparando o terreno, durante três anos, para as Presidenciais. Só que, desde há um ano para cá, veio a crise económica, o Freeport e a admirável débacle de Domingo. Já não sei muito bem se vai sobreviver politicamente até 2016. Se sobreviver e concorrer, acredito que ganhe. Eu, pelo menos, nunca votarei em quem um dia se foi embora. Votarei em quem ficou, mesmo que seja porque ninguém o quis.
Quanto a 2011, estamos conversados. Ninguém bate Cavaco Silva, da mesma forma que ninguém bate um Presidente em segundo mandato.

Extra-post: Sem querer abusar dos meus dotes adivinhatórios, presumo que Paulo Rangel, a quem auguro um excelente futuro político, será o candidato da Direita às Presidenciais de 2026. Então com 58 anos e muito fortalecido por anos e anos de Papa Mayzena, já terá passado pelo Parlamento Europeu, pela Câmara Municipal do Porto e pelo Palácio de S. Bento.

Comments

  1. maria monteiro says:

    Pois para as Presidenciais veria melhor uma alternativa chamada Francisco Louçã


  2. Para 2016 não se podem descartar à Direita Marcelo Rebelo de Sousa, nem à esquerda António Guterres ou António Vitorino, eu sei que este último não quer lugares, mas 7 anos ainda é algum tempo, inclusivamente para fazer surgir candidatos que por agora não imaginamos, 2026 então é mera futurologia…


  3. Com um catano. A bola de cristal trabalhou intensamente em dia feriado. E, curiosamente, é tudo possível.

  4. dalby says:

    Durão Barroso é um cinico e um mal formado..um hipócrita e um judas, um traiçoeiro e um nao-portugues que um dia a historia d e portugal ha de contar na verdade absoluta…e o resto que tambem quero dizer, direi ao R pessoalmente!!!


  5. […] aqui o disse. Durão Barroso prepara-se para ser o candidato da Direita nas Eleições Presidenciais de […]