Duas datas num só dia

O Presidente da República lá deu a volta ao texto depois de se estender ao comprido. Temos duas eleições, as legislativas e as autárquicas. Serem ou não marcadas para a mesma data ou para datas diferentes tem só a ver com o ganhar ou perder dos partidos. O resto é música.
Mas não devia ser. Há muito dinheiro em jogo e que se pode poupar, ainda por cima num tempo de crise como o que estamos a viver.
O PSD ancorado na sua base de apoio autárquico vai querer que as eleições se façam juntas.
O PS pelas razões opostas vai querer que se façam desfazadas no tempo.
O PCP já disse que as quer em dias diferentes e o Bloco vai pelo mesmo caminho.
Todos se assustam que por uma espécie de “osmose” eleitoral duas eleições no mesmo dia se transformem numa só.
Vem aí o verão e durante dois meses as pessoas não querem saber da política para nada. Lá para Setembro o pessoal (em crise) volta de férias e o tempo não sobra para campanhas.
Este será o argumento decisivo do Presidente da República?

Comments


  1. […] Presidente da República seguiu o nosso conselho! Veja aqui! Cavaco adianta que há sondagens que apontam para aquela decisão. Óptimo! Esperemos é que as […]

Deixar uma resposta