Nova Esquerda sem Alegre (mas com Roseta?)

Noticia o «Público» que vai ser criado um novo Partido político, a Nova Esquerda, fruto da iniciativa de um conjunto de pessoas que apoiavam Manuel Alegre e que ficaram descontentes pelo facto de o político não abandonar o PS.
Estando este movimento ainda muito no início, é difícil prever quais serão as consequências no panorama partidário português e, em especial, nas próximas Legislativas. Se Alegre tivesse avançado, não teria de novo um milhão de votos, mas teria os suficientes para, por si só, roubar a maioria absoluta e mesmo a vitória ao PS. Sem Alegre, tudo é uma incógnita, mas o certo é que é mais uma força de Esquerda a dividir os votos de que Sócrates tanto precisa.
Não me admirava que aparecesse Helena Roseta como a líder deste novo Partido.

Comments

  1. dalby says:

    NÓS JÁ NÃO TEMOS MAIS PACHORRA PARA A POESIA DO HOMEM DO LEITÃO NEM PARA AS PELES DA ROSETA! ESTAMOS FARTOS DE ATURAR AS MIMALHICES DOS MESMOS….QUE VÃO PARA AS TERMAS DE S. PEDRO DO SUL E QUE DÊEM LUGAR ÀS NOVAS!!! ELES ESTÃO-SE A MARIMBAR…ELES QUEREM É QUE O PODER AINDA OS RECONHECÇA….SE FOSSEM ASSIM TÃO DEMOCRATAS, O JOGO DELES SERIA OUTRO…POIS!!

  2. Luis Moreira says:

    felizmente que o xadrez político está a mudar.Podem é fazer como fizeram aos recentes partidos, MMS e MEP.Impediram-nos de se darem a conhecer ao eleitorado!