Como fica agora o Isaltinismo?

“Um crime de corrupção passiva, um de abuso de poder, outro de fraude fiscal. Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras, foi hoje considerado culpado pelo Tribunal de Sintra de três crimes. E condenado a sete anos de prisão de pena efectiva e a perda de mandato.
O mesmo tribunal absolveu o autarca de um crime de participação económica em negócio e de dois crimes de corrupção passiva”, conta o Público.

Ficou famoso o lema da campanha de 2005 de Isaltino Morais: “Vamos Isaltinar!”.

Não se percebeu bem o que significava o lema. O candidato, que acabaria por ser eleito, pretendia fazer passar a mensagem de um estilo próprio, a criação de um “ismo”, que o catapultasse para um nível superior na política nacional. Um nível que não tinha.

Hoje, o tribunal condenou o ex-ministro e presidente da autarquia de Oeiras. O tribunal disse que o autarca era culpado de vários crimes, que Isaltino tentou, mesmo de forma folclórica, refutar. Da condenação por fraude fiscal seria difícil escapar, pelos vistos não conseguiu fugir de outras acusações. Como fica agora o isaltinismo?

Comments

  1. João J. Cardoso says:

    Vinha agora mesmo aqui para escrever: seguem-se os recursos. Gente fina é outra coisa.

  2. Adão Cruz says:

    Ai! Se a justiça começasse A DIGNIFICAR-SE! Quanta ratazana iria para a fossa! Outro seria o nosso país, com a perspectiva de cura do cancro que o corrói: a proliferação de gente corrupta, podre, sem ponta de dignidade.


  3. Claro, os recursos são inevitáveis e o processo pode arrastar-se por muito tempo. Infelizmente.

  4. Luis Moreira says:

    O Isaltino em vez de isaltinar está a patinar.Quanto ao facto de ir ou não para a cadeia não interessa nada. Já foi dado como culpado, isso é que é importante!

  5. maria monteiro says:

    Com tanto criminoso “de fraque” à solta… saibamos vence-los nas próximas eleições…. “o povo é quem mais ordena/dentro de ti, ó cidade”

  6. Luis Moreira says:

    Maria, mas que bem! “Não quer juntar a sua à nossa voz?” 🙂

  7. maria monteiro says:

    LM, “a minha voz” procura um país melhor… procura o 25 de Abril de sempre… : -)

  8. Luis Moreira says:

    Não me fale do 25 de Abril que eu vivo rodeado de capitães de Abril, por isso já vê, somos dois cravos do mesmo ramo…

  9. maria monteiro says:

    verdade? Então fazemos já as pazes… : -)

  10. Luis Moreira says:

    Claro que é verdade! Tenho vários capitães de Abril meus amigos e um deles,o mais conhecido,é da minha terra e andou a estudar comigo no mesmo liceu.

  11. maria monteiro says:

    Amigos, partilha de terra, de liceu… pode ser bom sinal … imagine só se em 2009 tivéssemos a mesma alegria que eles nos trouxeram em 1974 : – )

  12. Luis Moreira says:

    Não diga nada que muitas vezes é preciso deitar água na fervura…

  13. Adão Cruz says:

    Um grande abraço a Maria Monteiro. Ser de Abril, no cerne de uma autêntica assunção da participação no tabuleiro de um mundo de paz e justiça, é um dos poucos privilégios que me enternecem e me dão vida, dentro do sentido universal do conceito homem-político-social.

Deixar uma resposta