Coerências

A crise está mesmo aí pertinho do fim. A responsabilidade é da espantosa actuação do governo e do seu primeiro que até deixa as férias para voltar ao palco mediático!
Por mim, tudo bem. Mas e os desempregados de hoje? São mais de meio milhão! São culpa de quem? Da crise, pois claro!
É certamente por tanta coerência que o PS, hoje, diz ser de esquerda e não é de uma esquerda qualquer. É da esquerda moderna!
Se assim é, eu por mim continuo de esquerda! Sem modernismos que atiram meio milhão de portugueses para o desemprego.

Deixar uma resposta