Benfica – Poltava: Bater em mortos

O comentário do adepto virá já a seguir, estou em crer. Para mim, a vitória folgada do Benfica sobre o Poltava, na Taça Europa, é positiva, porque são mais dois pontos para o futebol português. Pode ser que, da próxima vez, o segundo classificado da Liga (o Sporting) tenha acesso directo à Champions. E que o terceiro classificado, o Benfica, seja cabeça-de-série na Liga Europa.
Quanto ao jogo de hoje, foi bom, mas admitam lá, amigos lampiões, aquilo foi bater em mortos…

Comments

  1. Ricardo says:

    “O comentário do adepto virá já a seguir, estou em crer.”Não que você quisesse… só pode, uma vez que esta técnica de retórica é para ou evitar, ou retirar logo à partida força ao próprio comentário. Porquê? Vai incomodá-lo o comentário do benfiquista? Claro que não, você intelectualmente muito superior ao “adepto de futebol”. Mas como você é também, e claramente, “adepto de futebol” (sim, fazes parte deste saco), deve estar a querer dizer que o “adepto sportinguista” é mais inteligente que “o adepto benfiquista”. Olhe que a inteligência não tem cor, em todos os sentidos, você sabe disso. Quando você antecipa o comentário consequente do adepto – benfiquista, claro – como quem diz “pronto, está-se mesmo a ver que vai haver reacção”, sabe o que demonstra? É um comportamento de defesa por antecipação. Você já está a pressentir as revoltas que lhe vai nas entranhas só de pensar na resposta do “adepto” (benfiquista). Porque o Benfica pregou 4 ao Poltava (da Ucrania, provavelmente você acha que nós, as equipas portuguesas, somos muito superiores às equipas ucranianas, estaremos ao nível dos italianos – sentiu a bicada), acha que o Poltava é uma equipa de mortos. Quero que o Sporting passe frente à Fiorentina e mais não digo pois a minha imparcialidade pode ser mal interpretada – sim o Sporting foi roubado na 1ª mão. Já você não quer que o Benfica vá em frente. Já a dos “amigos lampiões” é tão simplesmente uma técnica de retórica para tornar a coisa menos, como dizer, fundamentalista. O que você queria sei eu. Não sei? Sei: o que você queria era que o Benfica empatasse com o Poltava 1-1, para poder auto-realizar expectativas como Pigmaleão: “lá está, é como no ano passado e todos os anteriores… começam cheios de euforia e depois é o que se vê…” Saiu ao contrário, o Benfica pregou 4 e podia até ter pregado mais mas desacelerou ao 4º (e fez muito bem pois também é preciso ensaiar em tempo real o registo defensivo, o que muitas inteligências portuguesas parecem não compreender – esta não é para si). Peço desculpa por o Benfica lhe tirar tanto o sono – tome um anti-ácido que isso passa…

  2. Tiago says:

    Ahahahahah excelente resposta. Curto e Grosso.

  3. Ricardo Santos Pinto says:

    Não percebeste nada, caro Ricardo. No Aventar, a partir desta época, cada jogo dos grandes é comentado através de um «post» de um dos nossos autores, adepto do clube respctivo. Mas como o autor benfiquista encarregado dos «posts» relativo ao Benfica está de férias e, por isso, demora mais a escrever, disse que «o comentário do adepto virá a seguir», ou seja, o «post» do benfiquista sobre o Benfica. Escrevi o «post» apenas pra não deixar passar o acontecimento em branco – escrevi-o, claro, do ponto de vista de um portista – e si, os lampiões que escrevem neste blogue são meus amigos. Não te preocupes, que um jogo de futebol não me provoca azia – já lá vai o tempo.Saudações portistas.

  4. Ricardo says:

    Nesse caso só me resta pedir desculpa.

  5. Ricardo Santos Pinto says:

    Não tens nada que pedir desculpa, Ricardo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.