Cavaco: Um anjo na terra

Cavaco é um verdadeiro anjo na terra. Hoje, na comunicação ao país, garantiu que respeitou o compromisso de isenção ao longo da campanha. «Escrupulosamente», não se esqueceu de dizer.
Lançar para a opinião pública, via assessores, a ideia de que estava a ser escutado pelo Governo deve ser aquilo que Cavaco entende como escrupulosa isenção. Da mesma forma que demitir o assessor em plena campanha, no dia em que a candidata a primeira-ministra dá o exempo das escutas como asfixia democrática, é também a mais pura das imparcialidades.
Cavaco Silva é o verdadeiro anjo na terra. Melhor mesmo, só o seu antecessor Jorge Sampaio, que simplesmente dissolveu a Assembleia da República e entregou a maioria absoluta a Sócrates no momento em que mais jeito lhe dava. Mas convenhamos que Jorge Sampaio, ao contrário de Cavaco, de anjinho não tem nada.