FUTaventar – S. L. Benfica #7

E o sonho continua.
A tragédia grega já lá vai e hoje o Benfica volta a fazer uma primeira parte fantástica. Tão fantástica que para mim o jogo termina ao intervalo.
O Glorioso entra em campo sem Aimar e Di Maria. Só isto, em tempos bem recentes, daria para pensar no pior. Nada disso. Vejamos:
No onze inicial temos o Carlos Martins e Fábio Coentrão que tiveram a capacidade de nos fazerem pensar que o lugar sempre foi deles.
Uma ENORME pressão do BENFICA que não permitiu ao Paços passar do meio-campo. Uma atitude absolutamente espantosa que só pode ser mérito do treinador. O Quim, o Rúben, o David, o Luisão, o Carlos Martins, o Fábio Coentrão e o Cardozo já eram jogadores do Benfica. Hoje, “novos” tivemos o Saviola – o ano passado tínhamos o Suazo, o Ramirez (Reyes) e o Javi Garcia (Katsouranis). Parece-me que as contas assim feitas só podem dar TOTAL mérito ao Jorge Jesus.
jj

Depois foi uma imensa MEGAPRODUÇÃO de uma equipa que jogou fora como joga em casa, com um público fantástico e uma enorme ALMA!
Não fazemos, BENFIQUISTAS, a mais pequena ideia do que vai acontecer ao longo da época. Sabemos, no entanto que estes dois meses nos fazem sonhar.
É com o direito ao Sonho que termino este post, sendo que me despeço com um especial agradecimento ao sr. Presidente do pequeno clube de Alvalade.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    O Glorioso voltou!

Deixar uma resposta