Manuel da Fonseca – poeta

Aldeia

Nove casas

duas ruas

um largo

ao meio do largo

um poço de água fria.

Tudo isto tão parado

e o céu tão baixo

que quando alguém grita para longe

um nome familiar

se assustam pombros bravos

e acordam ecos no descampado

Manuel da Fonseca

 

PS . aventado pela Manuela, nossa leitora

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.