Brincar com o fogo…

Segundo algum ruído que senti, ao de leve, nalguma comunicação social, o Ministério Público prepara-se para acusar Hulk, Sapunaru e outros jogadores do F.C. Porto por um “crime” qualquer cometido num famigerado túnel. Uma moldura penal, como gostam de dizer, que pode ir até cinco anos de cadeia.

 

Um tipo ouve umas merdas destas e fica mudo de espanto. Ou talvez não. Que rica altura para o MP se lembrar de semelhante. Realmente, a malta, desculpem a linguagem, anda virada dos cornos com coisas sérias como o desemprego, os ordenados em atraso, os clientes que não pagam, os consumidores que não compram, os bancos que são sempre os que se safam mesmo quando são/foram parte significativa do problema e a justiça, a mesma que fecha os olhos à violência doméstica, a do “macho latino” e outras pérolas do género, anda entretida com os acontecimentos do famigerado túnel da bola. É brincar com o pagode.

 

Eu repito, que rica altura. Aqui a Norte, a crise é bem forte, bem mais forte e a populaça anda capaz de cometer loucuras. Basta acender o rastilho e vai ser o bom e o bonito. Quem preferir pensar que é brincadeira minha ou ameaça de teclado não percebe ou, pior, não conhece a situação que se vive por estas bandas. A famosa retrete do Catroga à beira disto é coisa de meninos, de meninos.

 

Querem brincar com o fogo? Quem avisa…

Comments

  1. Manuel Correia says:

    Perfeitissimamente de acordo. Até nas vírgulas e nas entrelinhas…


  2. O seria mais estranho é que o dito povo se revoltasse por um processo a um jogador da bola e não se revolte pelos sucessivos roubos feitos à sua carteira e aos serviços públicos.

  3. Manuel Duarte says:

    Realmente, onde é que já se viu uma coisa destas. Uns jogadores da bola, dão uns pontapés nuns lisboetas e vejam lá o desplante querem castigá-los. Que desplante. E depois admiram-se de o povo, sei lá, se revoltar e começar ao pontapé a tudo o que se move. É que acusar jogadores da bola que dão pontapés a lisboetas (uma coisa normal e que todo o português bem educado deve fazer todos os dias ao pequeno-almoço) só lembra ao diabo. É que isto é que é importante, não acusar tiudo o que esteja ligado aos jogadores do NORTE e seus dirigentes (tão limpinhos, tão sérios). O desemprego, a crise, ao pé disto é uma brincadeira de meninos, porque o pessoal só se revolta quando alguém (vejam lá o disparate) se lembra de acusar gente tão séria de dar uns pontapés a lisboetas. Ó homem, tenha juízo e tire a pala da frente dos olhos.

  4. Konigvs says:

    De facto onde anda a justiça deste país em querer meter-se nos domínios do futebol?
    O norte está há um ano a pagar estradas que em todo o resto do país são de BORLA – e o que vemos os portuenses fazer? Nada, inundam a loja da Via Verde em Fernão de Magalhães com protestos e mais protestos porque estão lá horas a fio porque querem é PAGAR e assim não podem comprar o identificador!!
    Há uma década atrás, para quem se lembra e foi votar, houve um referendo sobre a regionalização (desnecessário porque até está na Constituição) mas fez-se o referendo.
    Seria de esperar, que na região onde se diz à boca pequena que no norte é que se trabalha e os mouros é que levam o dinheiro, que todos votassem em massa no sim, para que houvesse uma verdadeira descentralização e cada região administrasse melhor os seus dinheiros. Então não é que foi precisamente no norte que as pessoas votaram no não e votaram no centralismo lisboeta?

    Serem roubados – andarem a pagar feito BURROS o que todos os outros portugueses têm de borla é na boa. Mas virem tocar naquilo que não tem qualquer interesse como o futebol, aí comportam-se como animais. Fazem-se esperas aos autocarros dos adversários para os apedrejar, compram-se milhares de bolas de golfe para arremessar aos adeptos da outra cor bolas essas que podem muito facilmente matar, agridem-se dirigentes desportivos que tranquilamente almoçam num qualquer restaurante da invicta etc etc etc.
    Há muito que se diz que se tem de dar divertimento ao povo, e não podiam estar mais certos. Quando as pessoas devem mobilizar-se para defender os seus direitos, como nos protestos organizados contra as SCUT em que por norma são mais os jornalistas que os manifestantes não, queremos é pagar, mas cuidado, não mexem naquilo que mais interessa, que é o futebol!!! O primeiro interesse de um português é o seu clube de futebol!!! O povo anda completamente desinteressado em manifestar-se contra esta política que nos põe o pé no pescoço e que nos vai levar para o fundo, mas não tenham dúvidas bastaria um dos três grandes descer de divisão e aí sim iríamos ter as ruas incendiadas.

    Anda por aí uma campanha de um banco, certamente paga a peso de ouro até porque Mourinho cobra-se bem, que oferece pulseiras para mostrarmos o orgulho que sentimos em sermos portugueses. Eu poria sim uma pulseira no pulso mas a dizer: “Eu tenho vergonha de ser português”.

  5. Klaudius says:

    O Norte, o Sul, masque espécie de conversa é esta??? Então querem lá ver que não se pune porque joga em determinado clube do Norte??? Seria então normal a punição, normal e exemplar, se jogasse em outro clube mas mais a sul??? Quer me agora dizer que o desemprego e os outros problemas enunciados são exclusividade do Norte, para que tenham o direito supremo de se revoltar??? Oh meu caro, havendo justiça e já alguns senhores desse clube a quem tudo assiste, estariam a ver o sol aos quadradinhos há muito tempo, que caso não se lembre, por serem do Norte têm escapado incólumes (ao contrário de dirigentes do Sul).

  6. Konigvs says:

    Só para deixar aqui mais uma nota.

    Numa entrevista aqui há uns tempos na RTPN perguntavam ao Nuno Silva mentor das produções fictícias e moderador do Eixo do Mal se ele tinha alguma vez sofrido pressões por causa do Contra Informação, ao que ele respondeu que não. Os políticos alinharam numa de “se não consegues vencê-los junta-te a eles” e até eram capaz de brincar com o seu boneco e tal e nunca houve problemas.
    Outra coisa bem diferente passa-se com o futebol. Aí sim surgiam as verdadeiras pressões e até ameaças de morte!!!!

    O Fernando já deixou o recado. A justiça que se entretenha no que faz bem, que é não fazer nada e deixar qualquer processo ganhar bolor durante dez anos, e deixe os criminosos do futebol em paz se não quer ter problemas realmente sérios!!!

  7. Martunis says:

    Realmente é inadmissível!

    Qualquer bom português aceita, a bem da nação, que lhe cortem os apoios sociais e aumentem os impostos e ainda que todos esse dinheiro seja deitado fora em corrupção e gastos inúteis.
    O pessoal até concorda em tornar os despedimentos mais fáceis, reduzir o subsídio de desemprego e aumentar a idade de reforma, mesmo sabendo que a maior parte não irá ter reforma.
    Dentro de pouco tempo teremos que nos disponibilizar para fazer o esforço adicional de devolver as nossas casas aos bancos e vender o Algarve aos Alemães (incluindo a Madeira como bónus gratuito!).

    Mas permitir que uns senhores, que trabalham num determinado clube de futebol, sejam submetidos ao Estado de Direito é completamente aberrante!

    Tudo tem limites!!


  8. seja aqui seja onde for, agredir alguém é crime.

  9. Jorge Ralha says:

    Devemos estar todos a ficar doidos !!!…. Leiam o SILVA DAS VACAS !!!