A direita portuguesa é desonesta

Eu sei que corro o risco de me dizerem que não faz muito sentido utilizar um pleonasmo no título, mas há muito que confessei as minhas múltiplas incompetências, de entre as quais, destaco, a escrita. Pensei no descer para baixo ou no subir para cima, mas acabei por juntar direita e desonestidade.

E antes de baterem, permitam que explique.

Em Portugal, segundo dados do Eurostat, a hora de trabalho, em 2011, tinha um custo de 10,30€. Ou seja, 30,1% do custo na Alemanha.

Mas, comparando a nossa produtividade com a do país de Merkel, podemos verificar que a nossa é 72,6% da alemã.

Ou seja, se os nossos salários estivessem em linha com o que recebem os alemães, de acordo com as respectivas produtividades o nosso custo de hora laboral seria de  24,9€, isto é, mais de 100% do que realmente é.

Os portugueses, caros defensores do regime, são mal pagos! Muito mal pagos!

Umas contas bem simples que mostram a verdade e que colocam uma interrogação aos aldrabões que por aí andam – vão continuar a dizer que o problema em Portugal são os elevados custos do trabalho?

E se tentassem investir numa gestão com menos boys e com mais competência não conseguiriam aumentar a produtividade?

E se o dinheiro do país fosse usado para aumentar a produtividade da nossa economia em vez de ser entregue à TROIKA?

E se em vez de tirarem dinheiro às pessoas para safarem os bancos e os juros da TROIKA, porque é que não deixam de pagar os juros e entregam o dinheiro à economia real?

Comments

  1. Hugo Oliveira says:

    Se essa hipótese fizesse sentido então ou a velocidade com que uma pessoa trabalha depende do ordenado, que é mentira, ou os trabalhadores portugueses estão sistematicamente a engonhar propositadamente no trabalho, que é outro disparate.

    Se o João Paulo quer receber ordenados alemaẽs então porque é que não emigra para lá?

    • nightwishpt says:

      Engonham mais de metade do horário de trabalho, portanto, o que significa que no restante trabalham bem mais do que os alemães.
      Você lê o que escreve ou a diarreia mental não o permite?

  2. João Paulo says:

    Hugo, obrigado pelo convite, mas o seu Pedro Passos Coelho já o tinha feito e eu, já na altura, tinha rejeitado. Mas, permita-me que pergunte: leu o que eu escrevi? Quem é que falou de velocidade? E já agora, o dinheiro que recebe ao fim do mês não o motiva? Deve ser por ganhar muito, não? Quem é que quer receber ordenados alemães? Por favor, volte a ler o que eu escrevi porque não escrevi, ou não queria escrever o que entendeu.
    JP

  3. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Fico impressionada com o esprit de finesse de Hugo Oliveira – exemplar

    já agoar aquntoganahm os enhores que da CGD levam de 3 «5 anos de trabalho como se tivesse trabalhado todo o tempoa que lhes compete – e o melor exempo até setá os 10 ordenadosde Cavaco – porque é que eu não acumulo a 100º todos os vencimentos completos (ou até só o que ganhei enquanto já estive) e todos jntos e só ganho o que me deram no último emprego – há aventares muito surtos – a intelgência e honestidade fora levados pelo vento ?? – não me incomodam os popuco letrados e mesmo burros – mas com desonestos é que as minhas tripas ficam doidas – nao se ensina honestidade na 4ª classe ?? – ou em casa ?? – ai j´+a sei aprende-se nos “jotinhas” do psd com lavagem cerebral tipo hitleriana

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.