Palestina reconhecida como estado observador da ONU

palestina cadeira onuO estado do povo a que não deixam ter estado e pretendem dizimar no campo de concentração de Gaza é desde hoje reconhecido como observador pelo mundo (com excepção da Micronesia, Nauru, Palau e mais uns estados menores subsidiados pelo sionazismo internacional, que bem se podem sentar no chão). Portugal votou a favor, o que só demonstra que Paulo Portas tem os seus defeitos mas não é exactamente um criminoso, além de que o governo precisa de exportar portugueses para uns certos países árabes..

Andam por aqui umas bestas antropomórficas da Brigada Mossad, muito chateadas, difundindo a propaganda goebbeliana do costume e criticando aqueles em que votaram.  Podem ir levar no Palau.

Comments

  1. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Portugal de vez em quando tem atitudes bonitas e corajosas e não olha para o lado a ver se pode ou deve ter “atitude” – desta vez acertou – Obama é que ficou xatiado porque os judeus americanos são diabólicos e comandam a coisa mas nem fez falta o voto dele – tinha que ser – vamos ver agora o que fazem os nazistas de Israel e os territórios que foram sacando à sucapa com o amen da europa e usa – israel reduto nazista dos ultra dos caracolinhos loiros e de negro vestidos

    • Gilberto Lachietti says:

      Aqui no Nordeste do Brasil 75% da população são descendentes de Judeus e amamos o Estado de Israel.

      • Maquiavel says:

        É você e o Passos Coelho: dois enormes mentirosos!
        75% da populaçäo nordestina… pois sim, tou vendo os neguim todo sendo muito judeu! “Oxente” deve ser palavra hebraica, oxente!

        • Gilberto Lachietti says:

          Não tô nem ai pra o que vc pensa, o que importa é que somos sim descendentes de judeus ,mas não usamos esse fato com algo que nos orgulhe perante o mundo e sim para o nosso D-us, o D-us de Abrão, Isaac e Jacó. Somos humildes e estamos apenas dizendo que amamos a terra de Israel, a terra de nossos antepassados e estamos dispostos a lutar por ela até a morte.

        • Gilberto Lachietti says:

          Seu Maquiavélico, para vc que não sabe a população nordestina é quase 100% BRANCA, MAS ISSO NÃO VEM AO CASO, QUE NEGROS TAMBÉM SÃO GENTE e não troco um irmão negro por milhares pessoa anti-semita e racista como vc , mentiroso é vc.Vá estudar a historia do Brasil e sua colonização, pois deve ser um analfabeto.

          • Dr.Rafael Teixeira Sion says:

            O Nordeste propriamente dito é Judaico, tirando a Bahia é claro:PB,PE,RN,CE,AL,SE.
            O nobre Maquiavel foi infeliz em seu comentário por não conhecer a historia do Brasil.
            Tenho Doutorado em sociologia e conheço profundamente a colonização do Brasil, principalmente do Nordeste brasileiro, caso queira conversar me mande e-mail: chmangabeira@gmail.com que lhe esclarecerei maiores detalhes.

  2. luis says:

    Vejam como reage Israel ao anúncio do reconhecimento do estado da palestina, com a construção de mais 3,000 colonatos na cisjordânia. Israel fomenta a guerra e o ódio.
    http://www.bbc.co.uk/news/world-middle-east-20552391

  3. Amadeu says:

    Um post destes sem trolls ?!?!
    Vocemecês assustaram-nos.


  4. Os Partidos Comumistas sempre ao lado de toda e qualquer organização terrorista, por muito ignóbil que seja, desde que tenha chancela de «amiga dos comunistas» 🙂 Business as usual… O que vale é que vozes de KGB’s frustrados não chegam ao Céu. Mete esta no teu cahimbo e fuma. E não será desta que a vossa santa aliança nazi vai triunfar e levar a cabo o tão ambicionado genocídio dos Judeus. Aquilo é malta resistente A força da razão pode muito.


  5. Estado, não é? Israel nunca permitirá a existência de um Estado ali, é das coisas mais certas do mundo, houvesse tanta certeza de que Portugal paga a dívida, Estado palestiniano já existe, dizem eles desde sempre, na Jordânia. Para Báráque não vetar, e Portas não votar contra, é porque a coisa está controlada. Aliás, acho que já responderam ao Estado com a construção de mais uns colonatos.


  6. A terra cedida por Israel (a sua terra cedida aos Árabes) tem sido sucessivamente convertida em território jordano e egípcio, sim senhor. O jogo é: quanto mais terra Israel dá, mais acções terroristas sofre. É natural, da parte de quem só aceita como «solução» o extermínio total dos Judeus. Só não vê estas verdades e apoia os terroristas quem não se dá ao trabalho de se informar. E quem deliberadamente não quer que a verdade seja conhecida. Daí que este comentário não veja a luz do dia: há que lavar o cértebro das massas… Israel é um Estado de Direito e a única democracia da região. À volta, povos martirizados por regimes tirânicos, como o da Síria, que massacra o seu próprio povo. Acordem!


  7. Não tenham medo de ser democráticos e publiquem também os comentários que expõem,a mentira que é a «Palestina» e o terrorismo diário que o Estado democrático e legítimo de Israel sofre todos os dias. Não tenham medo da verdade. O meu comentário segue com link. É desse link que os amigos têm medo? Têm medo que os vossos leitores deixem de odiar Israel na medida em que forem sendo esclarecidos? Porquê alimentarem o ódio em vez de contribuirem para o esclarecimento? É do esclarecimento que pode vir a paz para a região. Eu estou interessado nisso Os amigos também querem, como os radicais muçulmanos, a destruição total do Povo Judeu? Isso era o Hitler que desejava. Acham bem tal coisa? Eu não odeio os Árabes nem os Muçulmanos. Nem ninguém. Mas sou pela justiça. Quando é que lutam por um lugar na ONU para o TIBETE, por exemplo? E para o DARFUR?

  8. Ricardo Guimarães says:

    A Extrema – Esquerda é assim. Quando a verdade não lhe convém, censura 🙂 Se os senhores, comunistas, estivessem no Poder (nunca governaram por via eleitoral mas sempre em tirania) quem ousasse ser a favor de Israel, e portanto do Direito e da Paz,, era simplesmente mandado para um qualquer Gulag 🙂 Ou quiçá fuzilado. Genocídios é com os comunistas mesmo.

    Israel é um Estado de Direito, a única democracia da região, cercada por países governados por tiranias teocráticas e grupos terroristas fanáticos, que todos os dias atacam Israel, como atacam e matam todos os dias por todo o o mundo. O Islão tem como objectivo o domínio do mundo pela violência e os governos da China e outros países comunistas (verdadeiros infernos na Terra), contrabandeiam armas para os Árabes assassinarem Judeus. Todos os dias Israel é bombardeado, volta e meia lá vem um terrorista com um cinto de bombas (e não é só em Israel), e os senhores acham bem.

    A Palestina não existe, como bem sabem. Trata-se de um país imaginário, nome romano de Israel durante a ocupação dos Cesares, repescado para justificar as pretensões dos Árabes sobre toda a Nação Judaica, que já ali mora há quanso quatro milénios. Como se chama hoje a terra dada por israel aos Árabes para fazerem a tal Palestina? Na maior parte chama-se Egipto. Israel deixou em Gaza (e gaza é Israel) uma sociedade limpa e organizada. os Árabes deram cabo de tudo. O Hamas oprime o próprio povo, que usa como escudo humano.

    É esta a verdade cristalina e pura. Mas a Extrema – Esquerda move-se pelo ódio, tal como os ´Muçulmanos.

    As melhoras do ódio, e que o discernimento possa tocar os vossos corações cheios de veneno racista, a ponto de sse congratularem com a chacina de Judeus.

    • luis says:

      Veja ai a “única democracia do médio oriente” a funcionar. Não confunda judeus com sionistas. Há muitos judeus contra a actuação do estado de Israel.

      • Maquiavel says:

        É o normal: säo muito corajosos, à molhada, contra gente indefesa. Se näo fosse judeu e americano levava logo um balázio!


    • Ena, o menino do “vais pagar cara a cara comigo” fez queixinha e chamou reforços.
      Isto é assim: pode escrever as imbecilidades que bem entenda, dizer que a Palestina não existe e que os Palestinianos são uma invenção dos malandros dos árabes, exibir o sionazimo da raça superior perante a moirama, guinche para aí à vontade.
      Links para propaganda israelita, não. A casa é minha, pago a minha parte dos custos do blogue, e não contribuo para o trabalho da Mossad.

    • Pimba says:

      Você é o mais odioso de todos os que aqui vêm, aqui ninguém se congratula com a chacina de ninguém, enquanto você se congratula com a chacina de crianças. É normal, sionazis säo assim. Os judeus justos são tratados como… palestinianos, como o jovem do filme.
      Se souber, siga este mapa, que mostra onde estavam os judeus na Palestina em 1947, antes do Plano de Partilha da Palestina aprovado pela ONU:
      http://en.wikipedia.org/wiki/File:Map_of_1947_Jewish_settlements_in_Palestine.png
      Esse plano foi até muito generoso com os judeus, dando-lhes acesso a terras que não ocupavam, incluindo acesso ao Mar Vermelho.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.