Reviver o passado em Março (6)

Tivesse eu vinte e tal anos e circularia hoje à tarde em alguma das manifestações que se presumem inspiradas por uma musiquita com uma letra sofrível que o amargurado contexto em que subsistimos fez catapultar para uma relevância totalmente imprevista, sobretudo para quem a obrou, o grupo ‘Deolinda’. Mas, quarentão como sou, entendo essas e outras melodias com outros tons e não vou pôr lá os pés.

Carlos Abreu Amorim, Blasfémias, 13-03-2011

Comments

  1. ANTONIO EDUARDO SOARES says:

    O sr AMORIM muito fino de piada! Conseguiu o emprego fora de comentrios e continua, no v ficar desempregado. H pouco tempo “mostrava-se” descontente com as falhas sucessivas nas “previses” dessa bolha de incompetncia que gaspar. Mas mantem a queda para a piada…

    No dia 5 de Maro de 2013 54 20:00, Aventar

  2. Fernando says:

    Carlos Abreu Amorim não vai a manifestações porque é quarentão, ele não vai porque o podre regime o permite ter uma vida confortável…

  3. Nascimento says:

    Fez muiiita falta.Tão a ver???Contava logo, pelo menos mais dois ou três, para as estatisticas….só gordurahahhahha

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.