Sondagem em Gaia

As sondagens são bissexuais, só pode  – estou absolutamente convencido que dão para os dois lados, mas servem vários aogaia mesmo tempo, o que as tornam uma espécie de meretriz bissexual. Sim, afinal, os seus préstimos são pagos por várias entidades, ou não?

As Brízidas Vaz da política são usadas por uns, os que estão em cima, como uma confirmação do caminho percorrido. Os outros, os que ficam por baixo, olham e coiso, ela é isto e ela é aquilo. E, são mesmo.

No entanto, não deixa de ser curiosa a parcialidade da análise – quando dá jeito, eis que os números mostram a qualidade de um candidato e da sua máquina. Quando o resultado sai furado, a máquina continua a caminhar para a excelência, o candidato é fantástico, mas a empresa de sondagens é que é uma daquelas que se vende a qualquer um.

E Gaia  – onde sou eleitor e daí a minha insistência na análise da sua realidade autárquica – foi um dos concelhos onde o Jornal de Notícias realizou uma sondagem sobre as intenções de voto para as autárquicas 2013.

Não estou nada interessado em debater os números, até pelo que escrevi acima,  mas não deixo de assinalar um dado absolutamente surpreendente – o candidato que aparece à frente não tem um único cartaz na rua! Um dos dois candidatos do PSD, o do PSD nacional, tem a sua imagem espalhada, em cartazes gigantes, por todo o lado, enquanto o candidato do PSD local, vindo de Matosinhos, além da presença nos programas semanais de bola, tem a sua imagem em muitas rotundas cá do burgo. Um dado curioso, nada mais que isso. Mas, que nós eleitores, estamos fartos de ver o nosso dinheiro afixado por aí, ai isso estamos!

Comments

  1. Ricardo M Santos says:

    Regressado de Matosinhos, sff, que esse gajo não é de cá.

  2. antónio cadinha says:

    Enfim aqui se vê correctamente como os ppd estão mesmo partidos de todo.´Só andam à procura de tacho, ser Presidente de Cãmara dá um bom ordenado. O povo que abra os olhos.

Trackbacks

  1. […] já agora, a malta do PSD já se […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.