O meu amor é andaluz

bela gutman

contou-me de si o meu amor, andaluza de certeza e talvez vinda de cigana, sorri, olha para mim galego sabido e judeu algures, devolvi; tem o meu amor de ser ibérico, que te amo tanto?

não era forçoso, podias ser prussiana, das bretanhas, até mesmo de castela, a ocupadora, mas ainda bem que sim, o meu amor é árabe donde portugueses filhos somos mais que dos germanos,  podia ser negra, do leste, o meu amor é de onde venha e assim te amo, para onde vás, assim te sigo.

mas andaluz, e gitana ou judia, prefiro, sem embaraços, facilita.

de qualquer forma e agora e hoje concretizando, que perca o clube do bairro de benfica da cidade de lisboa, onde se me juntaram as letras formando as palavras ódio e a mais selvagem arrogância, assim mas ensinaram de pequenino, assumo, feitas as contas (que na caminhada todos os pontos a todos ajudam) e um dia não são dias, hoje sou, com o meu amor: Sevilha.

 

Comments

  1. Gotlieb says:

    Para ti, lo verdadero coño portugues, aqui vai un insight de tu problema:


  2. Esconjura, filho, esconjura. Cada um de si manda o que em si tem.

  3. Gotlieb says:

    Vê lá se animas ( pró ano levas mais).


  4. E chega. Não me vais foder a publicação com mais vídeos.

  5. Gotlieb says:

    Vivam os putos de espírito !

  6. Angelo says:

    Mete dó tanta palermice por causa do balompié. Aventar no seu melhor…

  7. Maquiavel says:

    Realmente a meio do “artigo”, lá está a tua definiçäo:

    PEQUENINO!

  8. Rui Moringa says:

    “Não havia necessidade”.
    Não compreendo o texto. Puro delantismo! Está bem, cada um toma o que quer.
    Por causa de um jogo da bola!!! Ser-se andaluz?!
    Sinceramente…
    O Sr. sabe escrever de outras formas.

  9. Rui Moringa says:

    Ah, não tenho clubite.
    Sou PORTUGUÊS por nascimento e serei até morrer.
    apesar de descontente com alguns portugueses sou concidadão de todos aqueles que se sentem e dão o exemplo de serem Portugueses.
    O futebol – indústria- não merece, quanto a mim que lhe dediquemos tanto tempo e atenção.

  10. Nascimento says:

    de qualquer forma e agora e hoje e SEMPRE concretizando, que perca o clube de merda do Porto , uma cidadelha de iginheiros e mafiosos, onde planam também bruxas da areosa ,finérrimas de tão inglesismos de merda. e que por isso mesmo, se me juntaram as letras formando as palavras ÓDIO e a mais selvagem arrogância. E ESTA Ó CARDOSO?

  11. Leonardo Moura says:

    Ó Cardoso. Falhas-te. És muito imbecil. Grande Sevilha!


  12. É espantoso como uma brincadeira ficcionada despoleta tais reacções. Às vezes chego a pensar que a bola não é redonda.

  13. Leonardo Moura says:

    O aprendiz da dupla leitura faz-se de sonso. Seu solerte!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.