Esta é a minha gente. À Porto!

Assisti, pela televisão relacionada com o clube maior da cidade do Porto, ao jogo entre o FCP e o SLB, em andebol, que conferiu aos dragões o hexacampeonato. Os atletas tinham acabado de entrar no reservado palco da história maior do clube, os recordes, os directores acotovelavam-se para cumprimentarem o Presidente, o Presidente desfazia-se em cumprimentos e abraços, os atletas saltavam, o treinador vestia a camisola de um campeão que vai partir para a Polónia, até que surge na pantalha o momento sublime da tarde: perdido algures na assistência, o grande capitão de Viena, João Pinto, limpava as lágrimas enquanto perpassava pela sua cara o supremo sopro da emulação clubista.

Suponho que nunca houve hesitações sobre a raça e pundonor do defesa-direito azul-e-branco. O seu profissionalismo ao serviço do clube e da selecção deixou marcas até hoje.

É justo, por isso, que sempre o lembremos como figura destacada da mística portista.

E, se dúvidas ainda persistem na mente de alguns, Cândido Costa, portista dos quatro costados, que um dia passou pelo Benfica, jogou no Porto e, agora, ainda dá o litro pelo São João de Ver, arruma, definitivamente com a questão.

O caso é o seguinte: as camisolas do FC Porto para a próxima época variam entre o feio e o horrível, parecem feitas para vender na feira de Custóias, a mudança de visual e de suporte financeiro da Nike para a Warrior é, esteticamente, um falhanço, salve-se a manutenção do símbolo do clube que, dizia-se, ia ser também abastardado, à imagem do que aconteceu, por exemplo, com o Sevilha.

Eis senão quando, Cândido Costa, na sua página do facebook, se sai com esta, enquanto publica a fotografia de João Pinto a chorar no Dragão Caixa e a da futura camisola: “Será que ele se importava na qualidade do tecido, se ficava justa ou larga…?Isso é para os outros! É o menos!

jp

São “pinners”, terá pensado Jorge Jesus quando visitou a página do Cândido…

Com gente assim, de raça e clubismo, a dar o exemplo, por que raio não haveríamos de acreditar que, felizmente, vamos continuar a perder apenas de vez em quando, enquanto se muda o paradigma para que não seja sempre mais do mesmo. Já cansava… Ou, como diziam os latinos, “assueta vilescunt” e “ab assuetis non fit passio”.

Comments

  1. aminhatvpifou says:

    com tanto pundunor… já sabemos que se o Sporting ganhar no próximo ano o campeonato, o porto acaba com o andebol. Toda esse culto de personalidade e esse absoluto desprezo pelo desporto é bem conhecido.

    • André says:

      Facto 1 – Estivemos 31 anos sem ganhar um campeonato de Andebol, a secção sempre se manteve. Assim a 1ª afirmação é desprovida de qualquer fundamento.

      Facto 2 – Imagino que a questão do “culto da personalidade” terá a ver com os 30 anos de presidência do NGP. Dado que o NGP é o presidente mais titulado do mundo porque é que haveríamos de não o apoiar? reconhecimento por um trabalho bem feito não é culto de personalidade.

      Facto 3 – “absoluto desprezo pelo desporto”. Realmente como prova isto http://www.facebook.com/fcpfutsaladaptado o FCP não se preocupa com desporto.

      Por fim. Meu desgraçado, achas que nos conheces ? Lês ums artigos do José Manuel Delgado, Manhas e Santos, e já nos tiraste a pinta? trocas umas piadas com a betada amiga e já está…cagas sentenças sobre nós!
      Tu não és Portista, nunca saberás….os nossos estão ali de lágrimas nos olhos. A nosso espírito está ali nas lágrimas de um dos nossos maiores… porque não é Portista quem quer é quem pode.

      • aminhatvpifou says:

        Sei muito bem o que é ser portista… o sevilha comeu-vos com uma perna às costas. E voltará a fazê-lo como fez aos balofos encarnados. Ninguém vos leva a sério. Todos sabem que quando o velho jarreta morrer, o porto acaba. Mas as viuvas ficarão bem instaladas… Aqui no Algarve há vivendas que o velho comprou com o dinheiro que roubou.

        • André says:

          Vai enviando postais fofo.
          Cumprimentos de um adepto que ganhou 2 Ligas/Taças dos Campeões, 2 Uefas/Liga europas, 1 super taça europeia e duas intercontinentais…tudo a cores.

        • João Soares says:

          Oh lagartito , já compraste o livro das comemorações dos 50
          (cinquenta ) anos da conquista da taça das cidades com feira ?
          Vai lavar o cu ao rio ,tinhoso !!


  2. excelente Armindo! eu também não gosto das camisolas mas o futebol não é uma desfile de moda (ou pelo menos não devia ser) por isso que joguem à bola, seja com esta ou outra qualquer 🙂

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.