Aumentos de 150% na ANAC: mais uma obscenidade com a chancela PSD/CDS-PP

ANAC

Sobre a polémica dos aumentos na casa dos 150% para membros da direcção da ANAC, em cima das Legislativas, a melhor desculpa que os partidos que suportavam o anterior governo teve até ao momento foi afirmar que o PS participou na aprovação da lei que permitiu este abuso, algo que me indigna mas não me surpreende.

Mas hoje ficamos a conhecer um pouco mais sobre esta história de excepção e privilégio. Segundo o Expresso, dois dos três elementos que integram a comissão que decidiu sobre estes aumentos obscenos foram nomeados, imaginem lá, por Pires de Lima e Maria Luís Albuquerque. Em declarações à TSF, Hélder Amaral (CDS-PP), um dos deputados que participou na elaboração da lei-quadro das entidades reguladoras, afirmou que  se tentou “que a massa salarial fosse menor” mas que tal não foi possível. Que grande azar! Elaboraram uma lei que permitiu estes aumentos imorais e, no decurso desse trabalho, não conseguiram evitar que o presidente da ANAC aufira hoje quase o triplo do salário do primeiro-ministro. Chega a dar pena…

Foto: Pedro Nunes/Lusa@Expresso

Comments

  1. Konigvs says:

    Parece que alguém andou a dar aumentos acima das nossas possibilidades.

  2. Nascimento says:

    Atenção que há um energúmeno que considera isto ”um não assunto ”,ou ”uma treta”!!! Claro que o artista em causa, gosta muito de fazer comparações giras; 450mil desgraçados que levam para casa um vencimentos mínimos de merda, (que mal da para comer a uma familia),com os vencimentos de ”gestores”, nomeados apressadamente, pela surrelfa (como dizemos aqui no bairro), afim de serem aumentados 3 vezes mais sobre o valor que recebiam, e com retroativos!!!O animal em causa tem ”visões ” diferentes.Um espertalhão…não ?

  3. Afonso Valverde says:

    Já sabemos que parte das nossa elite é um bando de sacanas.
    Vamos ter de lutar de novo pela nossa independência.
    Meteram-nos nesta geringonça em que se tornou a EU sem nos consultar como se fgossemos todos mentacaptos. Enquanto houve pirolitos a coisa andou.
    Agora, convertidos em “garçons” de bandeza na mão a servir os turistas comunisas chineses, caímos na real.
    Discutam formas de readquirirmos a nossa independência e deixem o assuntos do tipo “miudeza”.

    • pSalaberth says:

      De miudeza em miudeza enche a galinha o papo… E não esquecer que os ‘pirolitos’ nunca foram de borla, tal como a actualidade explica. Uma questão: Elite?

  4. Fernanda says:

    É a “social-democracia, sempre!”