Bilhete do Canadá: Ginástica do pendura

Autor desconhecido

Autor desconhecido

Um dia destes Passos disse que António Costa ajoelhou diante da Comissão Europeia. Como se não fosse essa a transitória, mas nem por isso menos infeliz posição de todos os estados da Europa do Sul conduzidos à escravatura financeira por uma clique dirigente que se amesendou em Bruxelas sem ter sido eleita.

Passos, a fazer o pino na sua actual carreira de cómico, vê o mundo a partir da sua cabeça para baixo e pés no ar. No tempo em que tinha a cabeça no ar e os pés no chão, esteve gloriosamente de cócoras.  Primeiro como gestor dos dinheiros europeus a fundo perdido via Tecnoforma, sempre de braço dado com Relvas; depois, a babar-se, quando foi primeiro ministro para ir além da troika, pondo Portugal na penúria.

E agora, azar dos Távoras, aparece o David Cameron, a pisar com estrondo, a olhar de alto, a chantagear quanto quis, e a camarilha de Bruxelas ficou de cócoras. Ora, sendo que essa camarilha é capitaneada pela Merkel e pelo Schäuble , temos que a Inglaterra repetiu a patada que deu à Alemanha em 1945. O povo riu-se. A lição é sempre a mesma: os povos gostam de vencedores.  Portanto, Passos, vai dar banho ao cão, muda de ramo, passa para os secos e molhados porque não vais além da mercearia de bairro.

Comments


  1. para quem gosta de falar verdade, aconselho o post do Vital Moreira sobre a mentira que é dizer que a Comissão não foi eleita.