Na muche (ou na hélice, vá lá)

“O soro da verdade da Cristas dava jeito era no CDS, para sabermos o que é que aconteceu aos submarinos.” Bruno Nogueira, no seu novo programa Mata-bicho.

image

E já agora, para sabermos quem é o Jacinto Leite Capelo Rego.

Comments


  1. O que mais me assusta na história dos submarinos, foi que condenaram um inocente na Alemanha.

  2. Rui Naldinho says:

    É sabido que os grandes investimentos públicos, dão muitos proventos colaterais aos seus promotores. Não falo de pessoas a beneficiarem per si desse dinheiro. Falo de instituições políticas, ou até de clubes.
    Quando o Metro do Porto iniciou as obras da atual linha, meses depois corria no jornal de caserna aquela história nunca confirmada de que Fernando Gomes e Vieira de Carvalho tinham “abarbatado para os partidos que representavam, uma pipa de massa”. Falava- se no célebre “milhão”. Lembro-me que nessa altura ainda não havia actual moeda, os €uros. Só haviam “contos de fada”. Daí pensarmos todos que aquilo era mais um boato lançado pela “fada madrinha” deste país contra os políticos de então, que se chama “Dona Corrupção”.
    No início, ao ouvir falar do tal “milhão”, ainda pensei que se estivessem a referir ao velho militar português, herói da primeira Guerra Mundial, condecorado com a Torre Espada. Mas, afinal não era esse valoroso soldado de Penafiel, mas sim um montão de notas. É certo que estávamos no auge do Centrão. Era António Guterres primeiro ministro. No PSD já não me lembro quem era o artista. Se Marcelo, se Durão Barroso.
    Com a Parque Escolar e com os Submarinos deve ter sido igual. Se houvesse TGV seria outro regabofe. E se amanhã fizerem um aeroporto no Montijo, mesmo que remendado da atual base aérea, eles arranjarão maneira de ir buscar uns cobres, para pagar as dívidas dos partidos que ficaram por liquidar das últimas campanhas.
    Portugal é um país maravilhoso. Vale a pena ser português só para assistirmos a esta paródia.
    Isto até me faz lembrar o último ano em que fui mordomo lá nas festas da minha aldeia.
    Preocupado, balbuciei:
    – Temos que arranjar dinheiro prá a festa!
    – Nem que porca tussa pelo rabo, diz o outro mordomo!


  3. Soro da verdade está nos documentos k o Portas andou a sacar durante 1 semana no ministerio da defesa quando de lá saiu k era palhaço da defesa

  4. anti pafioso Reis Magos . says:

    O D. Cristas enganou-se , o soro é para alguém do seu Partido . E o retrovisor é para a D. Crista ver a merda que fez no M A.

  5. martinhopm says:

    A Cristas deixou obra de vulto no Ministério por onde passou. Estou a lembrar-me da mudança de nome do Instituto de Meteorologia para do Mar e da Atmosfera. Obra sublime! Notável! Comparado com ela até o que Albuquerque fez na Índia é nada!.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.