Será isto a famosa paciência chinesa?

wang-guiying

Wang Guiying tem 107 anos. A longa vida desta chinesa, que viu partir o imperador e chegar a revolução, tem sido vivida, imagino, de forma calma e lenta.

Nascida na província de Guizhou, filha de um mercador de sal, esse produto de grande valor humano, cresceu a ver os tios e outros homens a tratar mal e a bater nas respectivas mulheres. Talvez por isso, criou uma severa resistência ao casamento.

Após a morte do pai, mãe e irmã mais velha terem morrido, Wang mudou-se para o campo. Viveu da da pequena agricultura, como tantos milhões de outros chineses. Assim foi até aos 74 anos, quando as forças a abandonaram e se tornou impossível continuar na lavoura.

Passados todos estes anos, Wang chegou à conclusão que era tempo de perder o medo. Apostou em esquecer o longínquo passado e manifestou esperar encontrar o homem da sua vida, de preferência um centenário e bom conversador, porque o que ela pretende é conversar com alguém.

Tudo porque não quer ser um estorvo para as suas sobrinhas, já adiantadas na idade, e que têm de a apoiar de forma quase permanente desde que partiu a perna, aos 102 anos. Já lá vão cinco, contou à Reuters.

“Os meus sobrinhos e sobrinhas estão a ficar velhos e os seus filhos estão já ligados às respectivas famílias e eu estou a tornar-me um incómodo. Tenho já 107 anos e ainda não casei. O que acontecerá se não me despachar a encontrar um marido?”.

Comments

  1. maria monteiro says:

    E mesmo assim parece não estar desiludida da vida…. Quem me dera poder adoptá-la como avó.

  2. Luis Moreira says:

    É mesmo a mulher é uma resistente e uma optimista…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.